O Athletico está nas semifinais da Copa do Brasil. Depois de empate por um gol em Curitiba e novo empate pelo mesmo placar no Rio de Janeiro, o Furacão eliminou o Flamengo em pleno Maracanã nas disputas de penalidades máximas e deixou o clube carioca no cheirinho. O placar dos pênaltis foi de 3 a 1 para os paranaenses com Santos sendo o grande herói athleticano defendendo duas cobranças.

Foto: Thiago Ribeiro | AGIF | CBF

Diante de 69 mil torcedores o Furacão não fez lá um grande jogo. Sofreu pressão inicial, chegou a equilibrar a disputa e foi para o intervalo com o empate sem gols. Nos primeiros 45 minutos o Flamengo criou uma boa oportunidade, mas também não conseguiu superar a defesa paranaense.

No período complementar os donos da casa partiram pra cima na tentativa de marcar e conseguiram através de Gabriel, que aproveitou cruzamento da esquerda de ataque e da assistência de Everton Ribeiro para vencer o goleiro Santos.

Treze minutos depois de sofrer o gol o Furacão empatou depois de uma trama envolvente. Bola de pé em pé até o precioso passe de Bruno Nazário para Rony, que venceu a defesa na velocidade e tocou na saída do goleiro Diego Alves.

Após o empate o Furacão teve possibilidades de virar o jogo, mas acabou não aproveitando e a disputa pela vaga na semifinal foi para as penalidades máximas.

O grande nome da decisão foi Santos, que já na primeira cobrança defendeu com muita tranquilidade a cobrança de Diego. O arqueiro athleticano também pegou uma penalidade cobrada por Everton Ribeiro. Os cariocas ainda desperdiçaram através de Vitinho, que chutou mal e isolou a bola por cima da meta. Jonathan, Lucho González e Bruno Guimarães converteram suas cobranças. Bruno Nazário foi o único que desperdiçou pelo Athletico, que nem precisou cobrar sua última penalidade.

O Furacão vai enfrentar o Grêmio nas semifinais. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não confirmou as datas e horários dos confrontos entre paranaenses e gaúchos.