Curitibana se destaca na arte em vidro no The Venice Glass Week 2018 em Veneza

180 eventos entre mostras, conferências, projeções, atividades didáticas, noites temáticas e ateliers abertos ao público fazem parte deste evento internacional.

Em 2017, a designer e artista visual Désirée Sessegolo, brasileira, cidadã italiana radicada em Marano Vicentino, estava a passeio por Veneza e ficou encantada com um festival que estava acontecendo por lá: o The Venice Glass Week. Um festival internacional realizado na cidade de Veneza, na Itália, que é dedicado à arte em vidro, com particular atenção ao vidro de Murano. O festival envolve muitas das principais instituições de Veneza com objetivo de revitalizar e apoiar uma das mais importantes atividades artísticas e criativas da cidade.

A primeira edição do festival que aconteceu no ano passado recebeu mais de 75 mil visitantes em uma semana. Nesta segunda edição, que será realizada entre os dias 9 e 16 de setembro, serão promovidos 180 eventos entre mostras, conferências, projeções, atividades didáticas, noites temáticas e ateliers abertos ao público, onde 150 artistas exibirão suas obras. Dentre os participantes foram selecionados apenas 3 brasileiros, os Irmãos Campana e Désirée Sessegolo. “Ter sido selecionada pela curadoria do festival, junto com artistas de todo o mundo e mais, junto a grandes mestres venezianos, equivale dizer que a obra é reconhecida por quem mais entende de arte em vidro no mundo. E vou mais longe: com isso tenho a possibilidade de levar uma mensagem preservacionista chamando atenção para o desmatamento da Amazônia”, revela a designer e artista visual que leva para a The Venice Glass Week 2018 as peças da instalação Amazzonia que recentemente fez parte da exposição Desvazio: Interferências em Cobogós, em Curitiba.

De acordo com um post publicado nas redes sociais oficiais do evento, o The Venice Glass Week 2018 decidiu expor a obra Amazzonia para sensibilizar as pessoas sobre a destruição da floresta, transformando o vidro em poesia, proporcionando assim, um jogo de luzes e sombras graças a sua incrível técnica. “A obra faz um apelo pela preservação do meio ambiente, em especial à Floresta Amazônica, que além de abrigar milhares de espécies da fauna e flora, desenvolve um importante papel no ciclo das águas e na purificação do ar”, explica Désirée.

Amazzonia é uma instalação produzida em Vidro Celular com técnica exclusiva da artista. É composta por 50 peças em vidro colorido verde, num jogo entre folhas corroídas e suas sombras recortadas projetadas na parede de fundo. “A obra estabelece uma analogia entre força e fragilidade, destruição e transformação”, destaca Désirée. A obra está instalada no The Venice Glass Week Hub – Palazzo Querini, localizado na Cale Lunga, 2641 – San Barnaba – Veneza, e sua inauguração está agendada para o dia 11 de setembro às 19h:00.

Sobre o The Venice Glass 2018

É um evento promovido pelo Comune de Veneza, idealizado e organizado pela Fondazione Musei Civici di Venezia, Le Stanze del Vetro, Fondazione Giorgio Cini, Istituto Veneto di Cience, lettere ed Arti e Consorzio Promovetro Murano.

Serviço

The Venice Glass Week 2018
Exposição de Désirée Sessegolo – Amazzonia
Data: 11 a 16 de setembro de 2018
Local: The Venice Glass Hub, Palazzo Querini
Endereço: Calle Lunga San Barnaba – Dorsoduro 2691 – 30123 – Veneza – Itália
Entrada: Gratuita Informações: www.theveniceglassweek.com/listing/amazzonia/Site do evento: www.theveniceglassweek.com Site da artista: www.glassstudio.com Facebook: www.facebook.com/veniceglassweek/

Publicidade