A 4ª etapa do FIA WTCR, em Zandvoort, representou um importante passo adiante para Augusto Farfus no campeonato. O brasileiro conquistou neste domingo (19) seus melhores resultados até agora na categoria, com o 4º lugar na tomada de tempos, e bateu na trave do pódio na Corrida 3, terminando na 4ª posição a apenas 0.663s. Em um dia positivo, ele também garantiu um bom 6º lugar na Corrida 2.


Augusto Farfus conquistou melhores resultados até agora no WTCR, em Zandvoort

O fim de semana foi bem intenso para Augusto. Após os treinos livres, o sábado contou com a primeira classificação e a Corrida 1 da rodada tripla, porém a sorte não esteve ao lado do curitibano. Na tomada de tempos, ele foi acertado por um adversário, num erro grosseiro enquanto esse aquecia os pneus, e assim ficou apenas com a 18ª posição no grid de largada. E, depois, logo no início da prova, também tomou um toque que danificou o extrator traseiro do carro #8, obrigando-o a abandonar a disputa.

Logo depois da prova na Holanda, no sábado, Farfus voou de helicóptero para a Alemanha, onde marcou a pole position provisória na Qualifying Race para as 24 Horas de Nürburgring, em Nordschleife, a bordo da BMW M6 GT3 da equipe BMW Team Schnitzer.

Já de volta a Zandvoort neste domingo, Augusto teve um grande dia. O brasileiro marcou o 4º melhor tempo na classificação, definindo assim essa posição de largada para a Corrida 3 e o 7º lugar para a Corrida 2, pela regra de inversão de grid dos 10 primeiros colocados no Q2. Na primeira corrida do dia, Farfus teve boas disputas e completou as 14 voltas em 6º. Na última corrida da etapa, o piloto da equipe BRC Hyundai N LUKOIL Racing Team estava em 3º lugar – prestes a comemorar seu primeiro pódio na categoria  -, mas, por conta da estratégia da montadora na briga pelo campeonato, teve de deixar seu companheiro Norbert Michelisz assumir a posição. Assim, Augusto cruzou a linha de chegada em 4º.

No balanço da etapa, Farfus destacou a evolução no desempenho, em uma pista onde já tinha um histórico de bons resultados. Com os 25 pontos somados, ele está em 12º na classificação geral, entre os 26 pilotos do grid. A próxima rodada do WTCR, que marca a metade do campeonato, acontece entre os dias 20 e 22 de junho, no circuito de Nordchleife – no mesmo evento que as 24 Horas de Nürburgring, em que o brasileiro também vai competir e que já venceu em 2010.

Antes disso, porém, Augusto Farfus terá foco total na disputa das 24 Horas de Le Mans, com a BMW, entre 15 e 16 de junho, na mais importante prova do ano para o brasileiro, encerrando a Super Temporada 2018-2019 do Campeonato Mundial de Endurance.

Augusto Farfus:

“Tivemos um fim de semana agitado e de evolução em Zandvoort. Os resultados e a performance na etapa comprovam a evolução do nosso conjunto. Como já vimos antes, nas pistas que eu conheço, conseguimos um desempenho muito melhor. Depois da corrida de sábado, voei para Nürburgring, onde consegui fazer a pole position provisória na prova de classificação para as 24 Horas, e depois voltei para competir no domingo no WTCR.

Na corrida 3, o pódio estava nas nossas mãos até a última curva, mas foi uma opção da equipe fazer a troca de posições no fim por conta da estratégia do campeonato para a montadora. Mas tivemos outros bons resultados na tomada e na corrida 2 e seguimos otimistas para o restante da temporada.

Agora, o foco é total durante o próximo mês para a disputa das 24 Horas de Le Mans, onde fazemos uma preparação intensa junto da BMW para a prova mais importante do ano.”