Restando apenas uma rodada para o encerramento da fase de classificação da Taça Barcímio Sicupira, os números mostram que a competição apresentou pouca emoção para as torcidas. Em 30 jogos disputados pelos Grupos A e B, apenas 50 gols foram anotados, média de 1.66 por jogo.

As equipes que fazem parte do Grupo A marcaram 22 gols, enquanto que no B, 28 vezes o grito de gol aconteceu. O Foz do Iguaçu é o único time que ainda não conseguiu balançar as redes adversárias.

Com sete gols anotados, o Coritiba é o dono do melhor ataque. FC Cascavel e Londrina conseguiram balançar as redes seis vezes cada. Paraná Clube marcou cinco vezes, enquanto que o Furacão marcou apenas quatro gols.

A equipe de tríplice fronteira além de ter o pior ataque, também é dono da pior defesa, sofrendo 12 gols nas cinco partidas que disputou. O Rio Branco tem a segunda pior defesa com 10 gols sofridos.

O placar de 0 a 0 foi o que mais aconteceu, com 10 jogos terminando sem gols.  

Em relação aos números das arquibancadas, o Athletico é o dono da melhor média, com 8.011 torcedores pagantes por jogo. O rubro-negro é o dono dos dois melhores públicos da competição, com 8.891 pagantes contra o rival Coritiba e 6.070 pagantes no jogo contra o Cascavel CR.

Foz do Iguaçu e Cascavel CR fizeram o confronto que levou o menor público pagante até aqui, com apenas 251 torcedores.

Somando todos os 30 jogos realizados, o total de público pagante foi de 64.116 torcedores.