A equipe paranaense Maringá/Prorelax/Amavolei encerrou a participação na Superliga B feminina no segundo jogo da semifinal e deu adeus ao sonho da classificação e acesso à divisão de elite do voleibol brasileiro. Porém, a campanha regular garantiu ao time a terceira posição na competição após. As maringaenses foram superadas no jogo desta quinta-feira (04.04) pela equipe carioca do Flamengo (RJ) por 3 sets a 0 (25/23, 25/16 e 25/17), no ginásio da AABB da Lagoa, no Rio de Janeiro (RJ). O resultado encerrou a série melhor de três da semifinal da Superliga B feminina, credenciando o rubro-negro à divisão principal na próxima temporada.

No primeiro set a equipe do Flamengo começou impondo o ritmo, mas logo o time de Maringá conseguiu reequilibrar as ações. O sistema de saque e bloqueio das anfitriãs funcionou bem, enquanto do lado paranaense a oposta Bia era bastante acionada. Na segunda parcial a torcida empurrou o rubro-negro, mas as visitantes não se intimidaram e mantiveram a liderança no placar até a ponteira Jéssica conseguir uma boa sequência no serviço. Novamente comandando o marcador, o Flamengo abriu boa margem e fechou mais um set.

Maringá/Prorelax/Amavolei

Precisando vencer mais uma parcial para garantir o acesso à elite, o rubro-negro voltou à quadra embalado. Mesmo sob pressão o time de Maringá não deixava a equipe rival deslanchar. Com bom posicionamento do bloqueio, o clube carioca minava a virada de bola adversária. A proximidade do fim da parcial deu mais ânimo à torcida, que empurrou o time para fechar o terceiro set e o jogo.

Com uma campanha de sete vitórias e quatro derrotas, o técnico Juliano Trindade afirma que a equipe conquistou um feito histórico em sua estreia na competição. “Traçamos um objetivo bem ousado no início que era de ficar entre os quatro e conseguimos. Tenho muito a agradecer às meninas pelo empenho, por terem comprado a ideia e jogarem uma competição difícil. Debutamos com uma boa colocação e para nós foi muito bom, especialmente para a associação Amavolei, então estamos felizes demais. Agradeço à Secretaria de Esportes de Maringá, que subsidiou muitas coisas para nossa disputa e à Prorelax que acreditou em nosso trabalho, uma empresa que é de Mandaguari, mas abraçou o projeto e fez a coisa acontecer”, declara Juliano, acrescentando:

“Tenho um agradecimento especial também para a minha Comissão Técnica, Kiko, Gabriel, assessor de imprensa Daniel, mas sobretudo à todas as meninas que foram guerreiras dentro das nossas adversidades e jogaram bem, fizeram uma boa Superliga. Mas acima de tudo agradecer à Deus pela oportunidade de realizar esse trabalho. Agora a intenção é fechar o grupo para a temporada, participar o mais forte possível do Campeonato Paranaense, Jogos Abertos e ir nos preparando para a próxima Superliga, tentando nos estruturar melhor para ver se a gente consegue o acesso.”

Semifinal
PRIMEIRA RODADA
30.03 (SÁBADO) – Maringá/Prorelax/Amavolei (PR) 0 x 3 Flamengo (RJ), em Maringá (PR) (21/25, 15/25 e 15/25)
SEGUNDA RODADA
04.04 (QUINTA-FEIRA) – Flamengo (RJ) 3×0 Maringá/Prorelax/Amavolei (PR), no Rio de Janeiro (RJ) (25/23, 25/16 e 25/17)