O tenista paranaense Thiago Wild entrou em quadra neste domingo (3) para realizar a decisão do Challenger de Guayaquil, no Equador. Diante do boliviano Hugo Delien, Wild foi arrasador e venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/0.

Foto: Divulgação

Ignorando o favoritismo do boliviano, 76º do ranking, o tenista de Marechal Cândido Rondon, atual 311º do mundo, fez uma de suas melhores campanhas em torneios profissionais.

Durante o torneio Thiago Wild havia passado pelo compatriota Thiago Monteiro e também o eslovaco Josef Kovalik, dois dos favoritos na semana.

Além de ganhar uma premiação de US$ 7.200, Wild garantiu mais 80 pontos no ranking, o que deve lhe garantir uma posição entre os 235 melhores tenistas do mundo.

O resultado também garante o paranaense no qualifying do Australian Open de 2020, em janeiro de 2020.