Destaques Anderson Silva não consegue superar nigeriano Israel Adesanya

Anderson Silva não consegue superar nigeriano Israel Adesanya

Lutador brasileiro perdeu combate por decisão unânime dos juízes para aquele que é considerado seu sucessor no MMA.

-

Na madrugada deste domingo (10) o lutador radicado do Paraná, Anderson Silva, voltou ao octógono após dois anos sem lutar. Diante do nigeriano Israel Adesanya, o Spider não conseguiu o que todos esperavam e acabou sendo derrotado por decisão unânime dos juízes.

Com a derrota o brasileiro ficou mais longe de uma possibilidade de disputar o cinturão da organização mais uma vez. O presidente da organização, Dana White, havia confirmado que Anderson Silva iria disputar o cinturão caso vencesse a luta contra Adesanya.

Aos 43 anos o “paranaense” espera poder lutar no UFC que vai acontecer em Curitiba. “Eu estou muito feliz. Quero agradecer a Deus por me dar mais uma chance de vir e fazer meu melhor. Amo meu trabalho. Sei que é duro, este cara é incrível, é forte. Mas este é meu coração, por isso continuo lutando”, falou Anderson, que pretende lutar novamente este ano, no UFC 327, na Arena da Baixada, em maio.

Antes dessa luta, Anderson havia realizado seu último confronto em fevereiro de 2017, quando venceu Derek Brunson, também por decisão unânime, no UFC 208.

UFC 234 – 9 de fevereiro de 2019, em Melbourne

Card principal

Peso-médio: Israel Adesanya venceu Anderson Silva por decisão unânime

Peso-leve: Lando Vannata venceu Marcos “Dhalsim” Rosa por finalização

Peso-galo: Ricky Simón venceu Rani Yahya por decisão unânime

Peso-mosca: Montana de la Rosa venceu Nadia Kassem por finalização

Peso-meio-pesado: Jim Crute venceu Sam Alvey por nocaute

Card preliminar

Peso-leve: Devonte Smith venceu Ma Dong Hyun por nocaute

Peso-pena: Shane Young venceu Austin Arnett por decisão unânime

Peso-mosca: Kai Kara-France venceu Raulian Paiva por decisão dividida

Peso-galo: x Kyung Ho Kang venceu Teruto Ishihara por finalização

Peso-leve: Jalin Turner venceu Callan Potter por nocaute

Peso-galo:  Jonathan Martinez venceu Wuliji Buren por decisão unânime

Foto: UFC

Rafael Pignatarohttps://www.cadernoinformativo.com.br
Produtor de conteúdo | Repórter | Jornalista |Marketing | Idealizador do Portal Caderno Informativo | Empreendedor na RP Comunicação Integrada |

Últimas publicações

Paraná Clube é rebaixado para a terceira divisão do Brasileiro

O sonho de permanecer na Série B acabou. Nesta terça-feira (26) o Paraná Clube foi rebaixado para...

Brasileiro de Enduro de Regularidade dá largada na temporada 2021

A temporada 2021 terá início nesta terça-feira, dia 26, com a largada promocional do Rally Piocerá, válido...

Prestes a completar 50 anos, curitibano Marcelo Silvério será o primeiro e único brasileiro a competir no Mundial de Flat Track

O motocross brasileiro está prestes a comemorar uma data histórica em 2021. Serão 50 anos da realização...

Furacão fica com o vice-campeonato brasileiro

O Athletico conquistou nesse domingo (24) o vice-campeonato brasileiro da categoria sub-20. Após perder a partida de...

Athletico vence o Flamengo na Arena da Baixada

O Athletico Paranaense venceu o Flamengo na Arena da Baixada. Jogando pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro...

Coxa empata no Morumbi, mas segue afundado no Z4

O Coritiba entrou em campo pela 32ª rodada do Brasileirão para enfrentar o vice-líder São Paulo. Desesperado...

Mais destaques do esporte

Furacão fica com o vice-campeonato brasileiro

O Athletico conquistou nesse domingo (24) o...

Foi dada a largada do Pro Tork Paranaense de Velocross 2020

O Campeonato Paranaense de Enduro FIM 2018...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco