Automobilismo Metropolitano de Curitiba conhece últimos campeões no AIC

Metropolitano de Curitiba conhece últimos campeões no AIC

-

Por Bispo Neto

O fim de semana (2 e 3/12) foi movimentado em Pinhais (PR), com forte calor e de muita velocidade durante a 8.ª e última etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A etapa foi disputada nas categoriasMarcas “A” “B”, Turismo 1.6 “I” e “C”, Terra Marcas “A”, Terra Marcas “B”, Terra Turismo “C”, Fórmula e Turismo 5000, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). Metropolitano de Curitiba tem o apoio da Pirelli, Bana Pneus, Rodas Scorro, Grupo Taborda e Hotel Slaviero Executive Pinhais. Os campeões da temporada 2017 foram: Gustavo Magnabosco (Marcas A), Rafael Barranco (Marcas B), Beto Baú/Rodrigo Kostin (Turismo C), Alexandre Frankenberger (Turismo I), Armin Kliewer (Turismo 5000), Leonardo Kovalski (Terra Marcas A), Thiago Brandt (Terra Marcas B) e Reginaldo Vieira (Terra Turismo C).

– Grids de largada –

Durante os Treinos Classificatórios do Mertropolitano de Curitiba que definiram os grids de largada, os três primeiros por categoria foram: Marcas “A”: 1.º) Davi Dal Pizzol/Gustavo Dal Pizzol (SC), 1min40s344; 2.º) Gustavo Magnabosco/Edson Bueno (SC), 1min40s434; 3.º) Ruslan Carta Filho (PR), 1min40s541. Marcas “B”: 1.º) Eduardo Pavelski (PR), 1min40s919; 2.º) Rafael Barranco (PR), 1min41s157; 3.º) Alisson Nurnberg/João Naumes (PR), 1min41s320. Turismo 1.6 “I”: 1.º) André Conti/Gastão Weigert (PR), 1min42s380; 2.º) Alexandre Frankenberger (PR), 1min42s622; 3.º) Sanito Cruz/Leonardo Torres (PR), 1min42s812. Turismo 5000: 1.º) Armin Kliewer (PR), 1min34s897; 2.º) Marco Antonio Garcia (PR), 1min35s210; 3.º) Richard Heidrich (SC), 1min35s301. Turismo 1.6 “C”: 1.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado (PR), 1min43s124; 2.º) Luiz Ferreira/Rodrigo Tassi (PR), 1min43s437; 3.º) Dhyogo Santos/James Schwerdtner (PR), 1min45s003. Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kovalski (PR), 1min42s027; 2.º) Juca Lisboa (PR), 1min42s261; 3.º) Aleksander Pereira/Bernard Chyla (PR), 1min44s505. Terra Marcas “B”: 1.º) Thiago Brandt/Marco Mildenberg (PR), 1min43s609; 2.º) Caca Shilipack (PR), 1min45s203; 3.º) Rodrigo Vieira (PR), 1min45s503. Terra Turismo “C”: 1.º) Reginaldo Vieira (PR), 1min43s887; 2.º) James Schwerdtner/Dhyogo dos Santos (PR), 1min44s166; e 3.º) Nilton Silva/César Fior (PR), 1min44s540. E na Fórmula: 1.º) Renan Pietrowski (PR), 1min27s006; 2.º) Marco Dias (PR), 1min44s375; e 3.º) Edson da Silva (PR), 1min49s134.

– Turismo 5000 –

 As categorias Turismo 5000 foram para a primeira corrida às 10h05 de domingo (3/12), com 14 participantes e dividida em duas categorias, Asfalto e Terra. A prova foi muito disputada, com Armin Kliewer largando na pole position e travando bom duelo com Marco Garcia pela liderança no início da prova, deixando a “briga” pela terceira posição entre Richard Heidrich, Odair Costa Júnior e José Carlos Franzoi. Armin Kliewer liderou a corrida de ponta a ponta, Marco Garcia chegou a cair para a quarta colocação, mas subiu uma posição e Odair Costa Jr assumiu a segunda posição na quinta volta onde foi até o final. José Franzoi e Bernardo Kawa abandonaram a corrida com oito voltas, com a pista muito lisa, o que ocasionou o encerramento da prova na volta seguinte, para a segurança dos pilotos. Após 9 voltas, a vitória na Geral e categoria Asfalto foi de Armin Kliewer, com tempo total de 15min35s647, seguido de Odair Costa Jr, a 0s872, Marco Antonio Garcia, a 1s780, Wanderlei Berlanda, a 4s803, e, Richard Heidrich, a 5s985. Na categoria Terra, venceu Gilberto Carlassara, com tempo de 15min46s910, com Fabiano dos Anjos em segundo, a 1s480, Marcelo Tatsch em terceiro, a 24s445, José Odair dos Santos em quarto, a 1min40s053, e, José Carlos Franzoi em quinto, a uma volta.

Na segunda corrida da Turismo 5000, que aconteceu às 14h30, o pole position Armin Kliewer perdeu a liderança da prova na largada para Marco Garcia, seguidos de Odair Costa Jr, Wanderlei Berlanda, Richard Heidrich, José Franzoi e José Agostinelli Neto. Na sexta volta Armin Kliewer recuperou a liderança, com Marco Garcia em segundo, Odair Costa Jr em terceiro, Wanderlei Berlanda em quarto e Richard Heidrich em quinto. Na volta seguinte Odair Costa Jr assumiu a liderança armin Kliewer caiu para a quarta colocação. Ao fim de 15 voltas a vitória na Geral e categoria Asfalto foi de Marco Antonio Garcia, com tempo total de 24min22s217, vindo a seguir Odair Costa Jr, a 18s378, José Agostinelli Neto, a 20s055, Armin Kliewer, a 20s274, e, Wanderlei Berlanda, a 23s981. Na categoria Terra a vitória foi de Gilberto Carlassara, com tempo de 25min23s739, seguido de Fabiano dos Santos, a 3s001, Marcelo Tatsch, a uma volta, e, José Adair dos Santos, a duas voltas. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Armin Kliewer, na 5.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min35s089, à média de 139,890 km/h. A classificação final da Turismo 5000 somados os pontos das duas corridas foi a seguinte: 1.º) Marco Antonio Garcia, 32 pontos; 2.º) Odair Costa Jr, 80; 3.º) Armin Kliewer, 30; 4.º) Wanderlei Berlanda, 18; 5.º) José Agostinelli Neto, 16. Na categoria Terra: 1.º) Gilberto Carlassara, 40; 2.º) Fabiano dos Santos, 30; 3.º) Marcelo Tatsch, 24; 4.º) José Odair dos Santos, 20; e 5.º) José Carlos Franzoi, 8.

– Marcas/Turismo –

 Com as categorias Marcas Turismo correndo juntas, formaram um grid com 27 carros e foram para a primeira corrida às 10h50. O pole position Gustavo Dal Pizzol manteve a primeira posição na largada, seguido de perto por Ruslan Carta Filho, Eduardo Pavelski, Richard Heidrich e Rafael Barranco. Algacir Sermann, Geovane Ciecielski e Gastão Weigert abandonaram a corrida por problemas mecânicos. A disputa pela primeira posição na Geral foi intensa entre Gustavo Dal Pizzol e Ruslan Carta Filho do início ao fim da prova. Eduardo Pavelski, Richard Heidrich e Rafael Barranco “brigavam pela terceira posição na Geral. No fim de 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Ruslan Carta Filho, com tempo total de 33min52s802, tendo Gustavo Dal Pizzol em segundo, a 1s080, Richard Hedrich em terceiro, a 10s151, Edson Bueno em quarto, a 15s949, e, Fausto de Lucca em quinto, a 17s227. Na Marcas “B”, venceu Eduardo Pavelski, com tempo de 34min08s751, seguido de Rafael Barranco, a 0s501, João Naumes, a 1s375, Gefferson de Lima, a 2s020 e Samir Guimarães, à 1min12s145. Na Turismo “I”, vitória de Alexandre Frankenberger com tempo de 34min39s657, vindo a seguir Beto Baú, 0s502, Felipe Lobo, a 2s692, José Pederneiras, a 4s102, e, Sanito Cruz Jr, a 8s540. E na Turismo “C”, a vitória foi de Roberto Bonato com tempo de 34min54s807, com Rodrigo Tassi em segundo, a 4s932, James Schwerdtner em terceiro, a 30s752, e, Antônio Carvalho, a uma volta.

O calor era forte na segunda corrida, disputada às 15h20, com cerca de 36º em Pinhais, castigando pilotos e equipes. Andrei Carta largou na frente e foi administrou a vantagem até a bandeirada final, para garantir o vice-campeonato da Marcas “A”. Com isso, a “briga” pela segunda posição ficou por conta de Davi Dal Pizzol, Gustavo Magnabosco, Richard Heidrich e Rafael Barranco. Os carros de Rodrigo Tassi, André Conti, Alisson Nurnberg, Alexandre Frankenberger e Braz Neto tiveram problemas e abandonaram a segunda corrida. Gustavo Magnabosco assumiu o segundo lugar na última volta e destaque para a corrida de Christiano Bornemann, que foi o quinto na Marcas “A”. Após 20 voltas, a vitória na Geral e na Marcas “A” foi de Andrei Carta, com tempo total de 34min07s110, vindo a seguir Gustavo Magnabosco, a 4s782, Davi Dal Pizzol, a 4s976, Richard Heidrich, a 20s642, e, Christiano Bornemann, a 26s463. Na Marcas “B”, venceu Rafael Barranco, com tempo de 34min23s383, com Gefferson de Lima em segundo, a 10s634, e, Eduardo Pavelski em terceiro, a 16s197. Na Turismo “C”, vitória de Evandro Maldonado, com tempo de 35min29s084, vindo a seguir Luiz Ferreira, a 3s638, Dhyogo Santos, a 26s737, e, Antônio Carvalho, a uma volta. E na Turismo “I”, venceu Leonardo Torres, com tempo de 34min45s117, seguido de Rodrigo Kostin, a 16s252, Geovane Ciesielski, a 20s533, José Pederneiras, a 30s002, e, Geison Tureck, a 37s626. Ruslan Carta Filho marcou a volta mais rápida, das duas provas disputadas, na 19.ª passagem da primeira corrida, com o tempo de 1min40s651, à média de 132,160 km/h.

Somados os ponto das provas disputadas, a classificação final por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, 40 pontos; 2.º) Davi Dal Pizzol/Gustavo Dal Pizzol, 27; 3.º) Gustavo Magnabosco/Edson Bueno, 25; 4.º) Richard Heidrich, 22; e 5.º) Christiano Bornemann, 14. Marcas “B”: 1.º) Rafael Barranco, 35; 2.º) Eduardo Pavelski, 32; 3.º) Gefferson de Lima, 25; 4.º) Alisson Nurnberg/João Naumes, 12; e 5.º) Samir Guimarães/Braz Neto, 8. Turismo “C”: 1.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 40; 2.º) Luiz Ferreira/Rodrigo Tassi, 30; 3.º) Dhyogo dos Santos/James Schwerdtner, 24; e 4.º) Antônio Carvalho, 20. E na Turismo “I”: 1.º) Beto Baú/Rodrigo Kostin, 30; 2.º) Sanito Cruz Jr/Leonardo Torres, 28; 3.º) José Pederneiras, 20; 4.º) Alexandre Frankenberger, 20; e 5.º) Rômulo Molinari/Felipe Lobo, 16.

– Terra –

Reunindo novamente o maior grid da etapa, com 40 participantes, as categorias Terra foram para a primeira corrida às 12h30, com a expectativa de grandes disputas pelas melhores posições e a definição dos campeões da temporada 2017. O pole position Leonardo Kovalski teve problemas na volta de formação do grid e teve que largar dos boxes. Com isso, Juca Lisboa largou na frente e passou a abrir vantagem para os demais na liderança da Geral e da Terra Marcas “A”, do início ao fim da prova. Na Terra Marcas “B” a “briga” pelas primeiras posições era entre Thiri Lorentz, Artur Neto e Rodrigo Vieira. E na Terra Turismo “C” as disputas ficaram por conta de Reginaldo Vieira, Dhyogo dos Santos e Nilton da Silva. Após 13 voltas de prova, a vitória na Geral e na Terra Marcas “A” foi de Juca Lisboa, com tempo total de 24min56s821, vindo a seguir Bernard Chylla, a 15s544, Alexandre Pederneiras, a 20s226, Leonardo Kovalski, a 20s241, e, Jones Salvaro, a 37s665. Na Terra Marcas “B” venceu Thiri Lorentz, com tempo de 25min33s798, com Artur Neto em segundo, a 1s742, Rodrigo Vieira em terceiro, a 2s401, Thiago Brandt em quarto, a 6s494, e, Emerson Szwed em quinto, a 16s554. E na Terra Turismo “C” a vitória foi de Reginaldo Vieira, com tempo de 25min15s537, seguido de Dhyogo dos Santos, a 5s474, Nilton da Silva, a 16s106, Diogo Lino, a 26s612, e, Arlei Tucholski, a 31s731.

E na segunda corrida das categorias Terra, a disputa também foi intensa nas três categorias. Stive Tokarski largou na frente e foi abrindo vantagem na Geral e na Terra Marcas “A”, deixando a “briga” pela segunda posição entre Leonardo Kovalski, Aleksander Versalli, Alexandre Pederneiras e Marco Mildenberg, com as posições alterando a cada volta disputada. Os carros de Christian Pampuch, Peterson Andrade/Narciso Verza, Emerson Szwed e Ricardo Pamplona/Luiz Otávio Brambila tiveram problemas e abandonaram a corrida. Ao fim de 13 voltas, a vitória na Geral e naTerra Marcas “A” foi de Stive Tokarski, com tempo total de 23min37s607, tendo Alexandre Pederneiras em segundo, a 13s678, Leonardo Kovalski em terceiro, a 13s849, Aleksander Versalli em quarto, a 18s985, e, Jones Salvaro em quinto, a 20s409. Na Terra Marcas “B” venceu Marco Mildenberg, com tempo de 23min49s586, seguido de Artur Neto, a 7s543, Rodrigo Vieira, a 11s374, Thiri Lorentz, a 12s071, e, Wilson Kavilhuka, a 14s963. E na Terra Turismo “C” venceu Reginaldo Vieira, com tempo de 23min58s174, com Nilton da Silva em segundo, a 0s050, James Schwerdtner em terceiro, a 4s423, Lui Fletz em quarto, a 13s639, e, Cláudio Tucholski em quinto, a 14s171. Stive Tokarski marcou a volta mais rápida das duas provas disputadas, na 5.ª passagem da segunda corrida, com o tempo de 1min41s817, à média de 130,646 km/h.

Somados os pontos das duas provas disputadas, a classificação final por categoria foi a seguinte: Terra Marcas “A”: 1.º) Juca Lisboa/Stive Tokarski, 40 pontos; 2.º) Alexandre Pederneiras, 27; 3.º) Aleksander Versalli/Bernard Chyla,25; 3.º) Leonardo Kovalski, 22; e 5.º) Jones Salvaro, 16.Terra Marcas “B”: 1.º) Thiago Brandt/Marco Mildenberg, 30 pontos; 2.º) Artur Neto, 30; 3.º) Thiri Lorentz, 30; 4.º) Rodrigo Vieira, 24; e 5.º) Alexandre Martins, 10. E na Terra Turismo “C”: 1.º) Reginaldo Vieira, 40 pontos; 2.º) Nilton da Silva, 27; 3.º) James Schwerdtner/Dhyogo dos Santos, 27; 4.º) Lui Fletz, 16; e 5.º) Arlei Tucholski/Cláudio Tucholski, 16.

– Fórmula –

As categorias Fórmula Premium e Renault retornaram nessa etapa, com seis participantes e duas provas com disputas somente na Premium. Na primeira corrida, Renan Pietrowski largou na frente e abriu larga vantagem para os demais. Com isso, a “briga” ficou na Premium entre Ike Zornig, Marco Dias e Edson da Silva pelas primeiras posições. Após 14 voltas, a vitória na Geral e na Fórmula Renault foi de Renan Pietrowski, com tempo de 23min26s273, com Alex Moraes em segundo, a uma volta. Na Fórmula Premium venceu Ike Zornig, com tempo de 24min13s439, seguido de Marco Dias, a 2s935, Edson da Silva, a 4s234, e, Luís Zimermann, a três voltas. A segunda corrida também foi dominada por Renan Pietrowski, mas na categoria Pemium as posições se inverteram. Ao fim de 16 voltas nova vitória de Renan Pietrowski na Geral e na Fórmula Renault, com tempo de 23min20s215, com Alex Moraes em segundo, a uma volta. Na Fórmula Premum vitória de Marco Dias, com tempo de 24min32s092, seguido de Luís Zimermann, a 29s875, Edson da Silva, a 31s765, e, Ike Zornig a duas voltas. A volta mais rápida foi de Renan Pietrowski, na 16.ª passagem da segunda corrida, com tempo de 1min25s598, à média de 155,401 km/h. Somados os pontos das provas disputadas, a classificação final por categoria foi a seguinte: Fórmula Renault: 1.º) Renan Pietrowski, 40 pontos; 2.º) Alex Moraes, 30. E na Fórmula Premium: 1.º) Marco Dias, 35 pontos; 2.º) Ike Zornig, 30; 3.º) Edson da Silva, 24; e 4.º) Luís Zimermann, 15.

Rafael Pignatarohttps://www.cadernoinformativo.com.br
Produtor de conteúdo | Repórter | Jornalista |Marketing | Idealizador do Portal Caderno Informativo | Empreendedor na RP Comunicação Integrada |

Últimas publicações

Cabeças de chave se garantem nas quartas de final da Copa Feminina de Tênis

 Estão definidas as 8 tenistas que fazem, nesta sexta, as quartas de final da Copa Feminina de...

Tenista curitibana de 17 anos conquista primeira vitória no profissional na Copa Feminina de Tênis

A curitibana Isabela Mocelin Romanichen, de 17 anos, conquistou sua primeira vitória no profissional, ao bater Julia...

Paranaense quer título em Curitiba para celebrar bodas de prata nos caminhões

Um dos mais experientes pilotos no grid, o paranaense Wellington Cirino chega para sua segunda final na...

Gabriela Cé estreia nesta quarta contra Julia Konishi na Copa Feminina de Tênis

A cabeça de chave 1 da Copa Feminina de Tênis, a brasileira Gabriela Cé faz sua estreia...

Ponta Grossa recebe 2.ª etapa do Paranaense de Terra 2021

A segunda etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra 2021, será realizada no próximo fim de...

Duelo entre Curitiba Vôlei e Dentil/Praia Clube abre rodada da Superliga na capital

Na próxima quinta-feira (02/12), o Curitiba Vôlei recebe o Dentil/Praia Clube, atual líder da Superliga Feminina, em...

Mais destaques do esporte

Londrina é Campeão Paranaense

O Londrina é o Campeão Paranaense 2021....

Brendon Zonta Gabardo é campeão da Old Chev “B”

O piloto curitibano Brendon Zonta Gabardo (Condor, Grameira...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco