Futebol Coritiba Após decisão nas penalidades, Coritiba conquista vice-campeonato Brasileiro Sub-20

Após decisão nas penalidades, Coritiba conquista vice-campeonato Brasileiro Sub-20

-

A grande decisão do Brasileiro Sub-20 teve recorde de público da competição em 2017. Quase seis mil pessoas estiveram no Alto da Glória. Nesta sexta-feira (20), no Couto Pereira, a piazada do Coritiba ficou com o vice-campeonato após perder nas cobranças alternadas de pênaltis para o Cruzeiro.

No tempo regulamentar, o resultado foi o mesmo da primeira partida da decisão, o empate em 1 a 1. O gol coxa-branca veio ainda no primeiro tempo, com Índio. O Cruzeiro empatou no segundo tempo, com Jonata. Nas cobranças de pênaltis, os mineiros levaram a melhor, com o Coxa desperdiçando três oportunidades.

Confira como foi o jogo

O Coritiba foi a campo com Arthur, Marcos Moser, Fernando Dinis, Romércio, Thalisson Kelven, Léo Andrade, Vitor Carvalho, Júlio Rusch, Índio, Matheus Bueno e Mosquito. A equipe foi comandada nesse jogo por Mozart, auxiliar técnico, já que Sandro Forner cumpriu suspensão na partida.

Com a vantagem do empate sem gols para ficar com o título, já que conseguiu o empate em 1 a 1, em Minas Gerais, o Coritiba tinha uma estratégia inteligente sob seus domínios. No início do jogo, procurou conter o ímpeto do time visitante. Aos três minutos, Júlio Rusch ficou caído após dividir a bola, na sequência da jogada, o árbitro assinalou uma falta que fez o time alviverde inteiro reclamar. Na cobrança, a bola foi longe, por cima do gol.

O Coxa ia tirando o perigo das chegadas cruzeirenses e ia tentando armar as suas jogadas ofensivas. O jogo, então, ia se concentrando no meio campo. Com marcação forte, o artilheiro da competição, Mosquito, acabou neutralizado em boa parte do confronto.

Aos 24’, a primeira grande chance do Coritiba. Índio chutou, no rebote, Vitor Carvalho bateu forte e a bola passou pertinho do gol. O Cruzeiro ia tentando fazer o seu gol, mas foi o Coxa que abriu o placar e comemorou com a torcida presente no estádio.

Foi aos 36’, que o gol coxa-branca saiu. A bola ficou viva na área, Mosquito resvalou, e Índio concluiu para sair comemorando. “Falta mais um tempo ainda. Estava me cobrando para fazer o gol e espero poder ajudar ainda mais no segundo tempo”, disse ele na saída para o vestiário. Até o fim da primeira etapa, o Cruzeiro ainda teve boa chance de empatar, inclusive em uma bobeira da zaga coxa-branca, mas sem sucesso.

No segundo tempo, o jogo voltou com ainda mais marcação para os dois lados. Pelo Coritiba, a piazada querendo manter o resultado positivo. Pelo Cruzeiro, a busca pelo empate.

Aos 16’, Mosquito invadiu a área e tentou o arremate, a zaga mineira fez o corte. No contra-ataque, o castigo. Jonata subiu e cabeceou no gol e deixou tudo igual deixando a final ainda mais tensa. Com o resultado, a decisão do título iria para os pênaltis.

A primeira substituição do Coxa foi a saída de Matheus Bueno para a entrada de Romeu. Logo depois, Fernandinho entrou no lugar de Índio. Aos 31’, Fernandinho arriscou, o goleiro deu o rebote e Júlio Rusch pegou a sobra, mas mandou por cima do gol.

O Cruzeiro passou a ter mais domínio no jogo, e o Coxa tentava se reinventar em campo. Com o tempo passando, a tensão foi tomando conta das ações coxas-brancas. Mesmo com mais três de acréscimos, o jogo foi para a decisão em pênaltis.

Cobranças emocionantes

O Cruzeiro começou batendo com Nickson, que converteu. Então, foi a vez de Mosquito bater pelo Coxa, que teve sua cobrança defendida por Vitor Eudes. Vander converteu para o Cruzeiro. Romeu converteu para o Coxa. Cesinha fez o terceiro para o Cruzeiro. Thalisson Kelven fez para o Coxa. Marcelo fez mais um para os mineiros. Fernandinho fez o gol para o Coritiba. Então, se Tony Anderson fizesse acabava a decisão. E ele mandou para fora. Julio Rusch deixou tudo igual.

Começaram então as cobranças alternadas. O Cruzeiro fez o primeiro com Marcio, o Coxa empatou com Fernando Dinis. Victor Luiz bateu para fora. Romércio desperdiçou também, dando defesa para o goleiro Vitor Eude. Victor Carvalho foi para a cobrança e fez o gol.  Lucas Soares fez o sétimo do Cruzeiro e Marcos Moser teve a sua cobrança defendida, com o título ficando para o time mineiro.

Ficha resumida do jogo

Coritiba: Arthur, Marcos Moser, Fernando Dinis, Romércio, Thalisson Kelven, Léo Andrade, Vitor Carvalho, Júlio Rusch, Índio (Fernandinho), Matheus Bueno (Romeu) e Mosquito.
Treinador: Mozart

Cruzeiro: Vitor Eudes, Lucas Soares, Cacá, Gustavo Rissi, Márcio, Victor Luiz, Nickson, Vander, Jonata (Cesinha), Thonny Anderson e Marcelo.
Treinador Claudimir Rates

Público total: 5841
Público pagante: 5078
Renda: R$62.690,00

Por Assessoria de Imprensa

Rafael Pignatarohttps://www.cadernoinformativo.com.br
Produtor de conteúdo | Repórter | Jornalista |Marketing | Idealizador do Portal Caderno Informativo | Empreendedor na RP Comunicação Integrada |

Últimas publicações

Cabeças de chave se garantem nas quartas de final da Copa Feminina de Tênis

 Estão definidas as 8 tenistas que fazem, nesta sexta, as quartas de final da Copa Feminina de...

Tenista curitibana de 17 anos conquista primeira vitória no profissional na Copa Feminina de Tênis

A curitibana Isabela Mocelin Romanichen, de 17 anos, conquistou sua primeira vitória no profissional, ao bater Julia...

Paranaense quer título em Curitiba para celebrar bodas de prata nos caminhões

Um dos mais experientes pilotos no grid, o paranaense Wellington Cirino chega para sua segunda final na...

Gabriela Cé estreia nesta quarta contra Julia Konishi na Copa Feminina de Tênis

A cabeça de chave 1 da Copa Feminina de Tênis, a brasileira Gabriela Cé faz sua estreia...

Ponta Grossa recebe 2.ª etapa do Paranaense de Terra 2021

A segunda etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade na Terra 2021, será realizada no próximo fim de...

Duelo entre Curitiba Vôlei e Dentil/Praia Clube abre rodada da Superliga na capital

Na próxima quinta-feira (02/12), o Curitiba Vôlei recebe o Dentil/Praia Clube, atual líder da Superliga Feminina, em...

Mais destaques do esporte

Londrina é Campeão Paranaense

O Londrina é o Campeão Paranaense 2021....

Brendon Zonta Gabardo é campeão da Old Chev “B”

O piloto curitibano Brendon Zonta Gabardo (Condor, Grameira...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco