Esporte Brasil conquista Medalha de Bronze na Copa Unificada Special...

Brasil conquista Medalha de Bronze na Copa Unificada Special Olympics Detroit 2022

-

Nesta tarde de sexta-feira, 5, após vencer os representantes marroquinos por 1 x 0, o Brasil conquistou o terceiro lugar na Copa Unificada Special Olympics Detroit 2022, campeonato de futebol voltado à inclusão de pessoas com deficiência intelectual. Nesta competição, é adotada a modalidade de Esporte Unificado, em que pessoas com e sem deficiência intelectual jogam juntos. Os medalhistas de bronze são atletas das Olimpíadas Especiais Brasil – organização com 35 anos de atuação em território nacional –, que contou com o apoio da Colgate-Palmolive para participar do torneio. 

A disputa do terceiro lugar foi muito disputada, com alternância de melhores momentos entre as duas equipes, mas o Brasil foi melhor, saindo na frente e segurando o placar até o apito final, garantindo o bronze.

Special Olympics Brazil beat Special Olympics Korea 6-0 at the Special Olympics Unified Cup Detroit 2022 on 2 August at the Schoolcraft College.

A final será disputada entre Paraguai e Jamaica no dia 06 de agosto, às 16h, no estádio do Detroit City FC, principal clube de futebol da cidade. A partida será transmitida pela ESPN, patrocinadora do campeonato, podendo ser acessado pela plataforma Star+. Os paraguaios chegaram à final após passar pelo Brasil na disputa por pênaltis. No tempo regulamentar, o jogou terminou em 0 x 0 e, nas penalidades, o Paraguai converteu seis cobranças e os brasileiros erraram a última cobrança.

Desempenho do Brasil na Fase de Grupos

O Brasil estava no grupo A, ao lado de Estados Unidos da América, Nigéria, Marrocos e Coreia do Sul. A estreia dos atletas das Olimpíadas Especiais Brasil foi contra os estadunidenses e a vitória por 3×0 sobre os anfitriões teve o atleta Tadeu, autor de dois gols, como destaque. No segundo jogo do dia, houve um placar adverso, tendo o Brasil sido derrotado, de virada, pela Nigéria por 3×1.

No segundo dia de competição, o Brasil iniciou com um empate em 2×2 com Marrocos, tendo iniciado a partida abrindo dois gols de vantagem, mas a seleção marroquina foi valente e buscou o empate. Já no último jogo da fase de grupos, precisando fazer saldo de gols para aumentar as chances de classificação, o Brasil venceu a Coreia do Sul por 6×0, com dois gols de Daniel Santos.

Outro destaque na artilharia do Brasil é o atleta Márcio, tendo marcado gols em três dos quatro jogos da fase de grupos.

“O caminho do Brasil na fase de grupos não foi fácil, enfrentamos uma derrota e um empate, mas os meninos souberam lidar muito bem com a pressão e, no último jogo em que precisavam de um bom placar, souberam usar o que aprenderam na preparação em Campos dos Goytacazes com o Paraesporte, fizeram um belo jogo e isso refletiu no placar e na classificação”, disse Teresa Leita, chefe da delegação das Olimpíadas Especiais Brasil.

SOBRE OLIMPÍADAS ESPECIAIS BRASIL

Projeto global sem fins lucrativos, a Special Olympics é um movimento mundial centrado no desporto, fundado em 1968 por Eunice Kennedy Shriver – irmã do 35° presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy. Trata-se de uma organização internacional criada para apoiar pessoas com deficiência intelectual a desenvolverem a sua autoconfiança, capacidades de relacionamento interpessoal e sentido de realização por meio do esporte.

Acreditada pela Special Olympics International, as Olimpíadas Especiais Brasil atuam nas seguintes modalidades esportivas: atletismo, águas abertas, basquete, bocha, ciclismo, futebol, natação, handebol, ginástica rítmica, tênis, tênis de mesa, vôlei de praia e judô, além dos Programas: APLs (Atleta Líder), Escolas Unificadas, Atletas Saudáveis, Atletas Jovens, MATP (Programa de Treinamento em Atividade Motora) e Famílias. Tendo o país quase seis milhões de pessoas com deficiência intelectual, as Olimpíadas Especiais Brasil possuem 32 mil atletas treinando e 25 mil competindo durante todo o ano.

Filosofia

A Special Olympics tem como filosofia dar oportunidade a todos os atletas, independente do nível de habilidade, promovendo diversas competições, nas mais diferentes regiões do mundo, durante todo o ano. O programa é conduzido por voluntários e por meio de treinamentos esportivos e competições de qualidade, melhora a vida das pessoas com deficiência intelectual e, consequentemente, a vida de todas as pessoas que as cercam.

Embaixadores

A Special Olympics conta, em nível local e global com uma série de embaixadores que vestem a camisa do movimento e ajudam a levar adiante a causa. No Brasil, as OEB contam com nomes como os jogadores de futebol Cafu, Ricardinho, Romário, Zico, Lucas Moura e Willian Bigode, os jogadores de vôlei Jakie Silva e Giba, e as campeãs de nado sincronizado Bia e Bianca. No mundo, além de nomes importantes do esporte, artistas como Avril Lavigne, Brooklyn Decker Roddick, Charles Melton, Eddie Barbanell, Maureen McCormick, Chris Pratt e Katherine Schwarzenegger.

Últimas publicações

Muffato vence a Fórmula Truck em Cascavel com chegada emocionante

Com ultrapassagem na linha de chegada, o paranaense Pedro Muffato conquistou a vitória na 4ª etapa da...

Pelo Brasileirão Athletico é goleado pelo Flamengo no Maracanã

O Athletico enfrentou o Flamengo pela 22ª rodada do Brasileirão e apresentando um fraco futebol foi goleado...

Coxa perde em casa para o Atlético-MG e entra na ZR

De mal a pior. Jogando em casa diante do Atlético-MG, o Coritiba novamente fez um jogo ruim...

Paraná está eliminado e sem calendário para as duas próximas temporadas

No fundo do poço. Acabou o sonho de acesso do Paraná Clube para a terceira divisão do...

Muffato será o pole position da Fórmula Truck em Cascavel

Com o tempo de 1m23s000, o paranaense Pedro Muffato, com um Scania, foi na tarde deste sábado...

Athletico está nas semifinais da Copa Libertadores

Nesta quinta-feira (11) o Athletico garantiu sua classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América pela...

Mais destaques do esporte

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

WhatsApp chat