Futsac Footsack, esporte curitibano ganha novos adeptos

Footsack, esporte curitibano ganha novos adeptos

-

Desde a introdução do Footsack em Curitiba e no Brasil, a modalidade já cresceu consideravelmente. O esporte legitimamente curitibano surgiu em 2007, embora tenha começado a ser desenvolver em 2002, e foi reconhecido pela Prefeitura de Curitiba no ano seguinte, em 2008. Atualmente, embora muito mais gente conheça o esporte, ainda não se sabe se ele caiu no gosto popular – em especial, do curitibano.

A ideia do esporte, criado pelo curitibano Marcos Juliano Ofenbock, nasceu durante um intercâmbio, em 1998, na Austrália, quando Marcos conheceu o Footbag (malabarismo com os pés feito com uma bolinha cheia de pequenos grãos plásticos), e se sentiu inspirado para a criação do Footsack.

Em 2007, ocorreu o primeiro campeonato de Futsac (grafia brasileira) na capital paranaense, e, em 2008, o esporte foi reconhecido pela prefeitura da cidade como um esporte oficialmente curitibano. No mesmo ano, foi realizado o primeiro campeonato nacional, com atletas do Paraná e de Santa Catarina. No ano seguinte, foi criada a Federação Paranaense de Futsac e em 2010, no Parque Barigui em Curitiba, foram construídas as primeiras quadras públicas próprias para o esporte.

Atualmente, encontrar quadras próprias para o esporte não é mais um obstáculo à prática. Além das três quadras existentes no Parque Barigui, há também ao  menos uma quadra em vários colégios e escolas de Curitiba e Região Metropolitana:  Colégio Acesso, Colégio SESC São José, Bairro Novo, CAIC (Centro de Atendimento Integral à Criança), Colégio Marista Paranaense, Colégio Araucária, Colégio Érico Veríssimo, Colégio Raquel Maeder Gonçalves, Colégio Michel Cury, Colégio Sidónio Muralha, Colégio Itacelina Bittencourt, Centro de Educação Integral Expedicionário, Colégio Anita Gaertner e Colégio Osvaldo Arns.

Um aspecto curioso do esporte é o perfil do jogador. Como é um esporte que não envolve contato físico, pode ser praticado por todos, embora a grande maioria seja do sexo masculino e a faixa etária esteja, principalmente, entre os 13 e 29 anos. Aqueles que gostam de jogar futebol geralmente demonstram familiaridade com o Futsac, já que este também é jogado com os pés. Para o futuro, o idealizador do esporte busca novos praticantes. “Estamos para implantar o Futsac em diversas escolas de Curitiba, como uma atividade extra-curricular, e com isso muitos novos atletas vão surgir.”, diz Ofenbock.

O professor de Educação Física, Fábio Curupana Costacurta, é vice-presidente da Confederação Paranaense de Futebol de Saco e atual vice Campeão Paranaense da modalidade. Conheceu o esporte há quatro anos, na disciplina de esportes alternativos, quando cursava Educação Física. Começou a praticar com 21 anos, quando teve início seu estágio na empresa que vende o material para a prática. Desde então, não parou mais. Quanto ao crescimento do esporte, diz: “Todo esporte pode crescer desde que seja bem administrado por órgãos esportivos, ainda mais contando com as leis brasileiras de incentivo ao esporte.” Hoje em dia, ele vê o Futsac  como uma aposta para um futuro não tão distante.

Em meados de março, Marcos Juliano Ofenbock se reuniu com Marco Orasmo, o coordenador do Programa Esporte Formador, que oferece atividades em contraturno para crianças e jovens de 10 a 17 anos nas 2.136 escolas estaduais do Paraná, para oficializar a intenção do Futsac em fazer parte do projeto, que vai envolver 32 núcleos de ensino do Estado. O convite é uma oportunidade para a evolução e divulgação do esporte, na visão de Marcos Juliano. Para Orasmo, a implementação do esporte é estratégica. “O Futsac requer muita agilidade e não tem contato físico, todos podem praticar, principalmente as crianças e jovens. É importante também ressaltar que este é o primeiro esporte genuinamente paranaense, o que nos deixa bastante empolgados com as possibilidades que possam surgir no futuro”.

O criador do esporte explica que o Futebol de Saco vem evoluindo gradativamente. “Estamos para oficializar a Confederação Brasileira de Futsac. O Ministério do Esporte já recebeu o processo e nos próximos dias vamos ter uma posição oficial. Faremos uma grande cerimônia no parque Barigui, com a presença do governador, do prefeito e do Ministro dos Esportes.” Quanto à oferta de novas quadras, Marcos Juliano diz que há previsão para a construção em quatro outros parques na cidade, em 2013. Há, inclusive, uma solicitação do Secretário de Esporte do Paraná, Evandro Roman, para a construção de uma quadra de Futsac em cada um dos 399 municípios paranaenses. “Estamos passando por um grande crescimento, com quadras sendo colocadas em colégios municipais, estaduais e particulares.”, diz Marcos.

No último domingo, dia 25, ocorreu no Parque Barigui um campeonato aberto com a presença de 16 atletas iniciantes, comprovando que o esporte vem crescendo e ganhando novos adeptos a cada dia. O primeiro esporte curitibano, aparentemente, veio pra ficar.

BOX

O Futsac (grafia brasileira) é praticado numa quadra de 10×5 metros com uma rede central a 1,5 metros do chão. Os jogos são disputados com uma bolinha feita artesanalmente de crochê, recheada com plástico granulado, pesando cerca de 50 gramas. O esporte pode ser jogado individualmente ou em duplas e o objetivo é não deixar a bolinha cair no seu campo e devolvê-la ao campo do adversário.

Últimas publicações

Athletico vence terceiro jogo na Série A do Brasileirão

Jogando na Arena da Baixada, pela sétima rodada da Série A, o Athletico Paranaense conquistou sua terceira...

Na quarta divisão, Paraná bate o Cianorte no clássico do estado

Em um confronto muito equilibrado o Paraná Clube levou a melhor e conquistou sua terceira vitória em...

Em luta exibição de boxe, Anderson Silva e Bruno “Caveira” empatam em pontos

Aos 47 anos Anderson Silva segue chamando a atenção do mundo quando entra em um combate. Na...

Coxa não faz bom jogo e sofre revés para o Atlético-GO

Apático, o Coritiba sofreu mais um revés jogando como visitante na Série A do Campeonato Brasileiro. Assim...

Paranaense de Velocidade na Terra: Kart Cross confirma o maior grid da 2.ª etapa

As categorias Kart Cross Original CBA e Kart Cross Força Livre fizeram a festa na 2.ª etapa da Copa Vila Velha de...

Zorzetto vive uma nova experiência Citadino de Kart de Foz do Iguaçu

Uma nova experiência será vivida por Caio Zorzetto, da equipe Disam Insumos Agrícolas/CHD'S do Brasil/Thunder/Lei de Incentivo...

Mais destaques do esporte

Behulova completa semana perfeita e conquista título em Curitiba

A eslovaca Bianca Behulova certamente não vai...

Cascavel Futsal é campeão da LNF 2021

O futsal paranaense está em festa. Neste...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco