Apresentando um péssimo futebol o Athletico Paranaense escapou de um grande vexame na partida de ida das semifinais da Copa do Brasil. Jogando em Porto Alegre, na Arena Grêmio, o rubro-negro foi apático e foi facilmente envolvido pelos gaúchos. Ao final do jogo, o 2 a 0 para o tricolor dos pampas não representou o que foi a partida.

Foto: Miguel Locatelli | Site Oficial Athletico Paranaense

Mal escalado pelo técnico Tiago Nunes, que tinha como ideia surpreender, o Athletico foi um verdadeiro fiasco em campo. Errando muito em todos os fundamentos, o rubro-negro foi presa fácil para o Grêmio.

Durante todo o jogo o Furacão sequer finalizou no gol. Nas melhores oportunidades os arremates athleticanos sequer assustaram o goleiro Paulo Victor.

Com três volantes em campo o meio campo não conseguiu criar uma única jogada, deixando os atacantes inoperantes, já que a bola não chegou com qualidade em nenhum momento.

André marcou o primeiro para o Grêmio, ainda na etapa inicial e Jean Pyerre anotou o segundo gol, um em cada período da partida. No primeiro após o lateral Márcio Azevedo tentar uma jogada de efeito malsucedida o contra-ataque rápido até o cruzamento de Everton para André subir livre para de cabeça vencer o goleiro Santos. No segundo o jogador gremista cobrou falta e acertou o canto do goleiro athleticano, que formou mal a barreira.

Com o revés o Athletico vai precisar vencer por três gols de diferença para conseguir a classificação para a final da Copa do Brasil. O jogo de volta acontece dia 4 de setembro, na Arena da Baixada.