Brasil perde título no tie-break e conquista medalha de prata na Liga Mundial

Por Rafael Pignataro

Na madrugada deste domingo (9) o Brasil enfrentou a França e contando com mais de 23 mil torcedores nas arquibancadas da Arena da Baixada, acabou não conseguindo conquistar seu décimo título mundial, apesar de muita luta e determinação dentro de quadra. A vitória francesa foi por 3 sets a 2, com parciais de 21/25, 25/15, 25/23, 19/25 e 15/13, em 2h16. Esse foi o segundo ano consecutivo que o Brasil fica com o vice-campeonato. Em 2016 a derrota foi para a Sérvia.

Assim com já era esperado as duas seleções proporcionaram ao público um jogo incrível e emocionante, disputado ponto a ponto, com viradas e desviradas a todo o momento. No primeiro set, que teve a duração de 27 minutos, o Brasil venceu por 25/21.

No 2º set os franceses foram superiores e conseguiram empatar a partida.  Atacando muito bem e com o bloqueio funcionando perfeitamente, o placar foi de 25/15. A equipe brasileira, por outro lado, errava muito tanto defendendo quanto atacando.

Os brasileiros mostraram nervosismo no início do 3º set e os franceses se aproveitaram para pontuar e abrir vantagem, mas o torcedor não parava de vibrar e incentivar, levando a seleção a encostar no placar, mas a França não diminuiu a intensidade e confirmou a vitória por 25/23. Os jogadores Ngapeth e Boyer faziam a diferença para os visitantes.

Depois de reagir no 3º set o Brasil seguiu crescendo e nos ataques de Wallace e Lucarelli pontuava. Bruninho distribuía o jogo e a vitória por 25/19 aconteceu, levando a decisão do título para o tie-break.

O tie-break foi pra lá de emocionante e a torcida jogou junto sem parar, ajudando a equipe de Renan Dal Zotto, mas sem se intimidar com o barulho da arquibancada, os europeus venceram por 15/13. Assim como toda a partida, o set mais uma vez foi disputado ponto a ponto.

Esse foi o segundo título Francês e o segundo conquistado no Brasil. Em 2015, no Rio de Janeiro, a França havia vencido a Sérvia na decisão.

O Brasil encerrou o Mundial com nove vitórias em 13 jogos disputados.  Mesmo com a derrota o Brasil segue sendo o maior campeão da competição com nove títulos em 16 finais disputadas. A seleção canarinho tem 9 medalhas de ouro, sete de prata e quatro de bronze, totalizando dezenove medalhas conquistadas.

Na partida preliminar, Canadá e Estados Unidos disputaram o terceiro lugar e depois de uma partida muito equilibrada, vitória de virada dos canadenses por 3 sets a 1, com as parciais de 18/25, 25/20, 25/22 e 25/21, em 1h53 de partida.

TABELA 
Grupo J – Brasil, Canadá e Rússia
Grupo K – Sérvia, França e Estados Unidos

Dia 4 (terça-feira)
15h05 – Brasil 3 x 1 Canadá (jogo 55) (25/21, 17/25, 25/19 e 25/19)
17h40 – França 3 x 2 Estados Unidos (jogo 56) (27/25, 20/25, 26/24, 17/25 e 15/12)

Dia 5 (quarta-feira)
15h05 – Rússia 0 x 3 Canadá (jogo 57) (23/25, 27/29 e 17/25)
17h40 – Sérvia 1 x 3 Estados Unidos (jogo 58) (22/25, 23/25, 25/19 e 22/25)

Dia 6 (quinta-feira)
15h05 – Brasil 3 x 2 Rússia (jogo 59) (25/18, 18/25, 25/19, 22/25 e 16/14)
17h40 – França 3 x 2 Sérvia (jogo 60) (25/21, 25/20, 17/25, 18/25 e 15/11)

Dia 7 (sexta-feira) – Semifinais
15h05 – Brasil 3 x 1 Estados Unidos (jogo 61) (25/20, 23/25, 25/20 e 25/19)
17h40 – França 3 x 1 Canadá (jogo 62) (25/19, 22/25, 25/19 e 25/21)

Dia 8 (sábado)
20h – Estados Unidos 1 x 3 Canadá (disputa de 3º) (25/18, 20/25, 22/25 e 21/25)
23h05 – Brasil 2 x 3 França (FINAL) (25/21, 15/25, 23/25, 25/19 e 13/15)

Brasil vs França

 

Publicidade