A Federação Paranaense de Motociclismo estuda a possibilidade de fazer uma prova de Cross-Country na cidade de Antonina, um verdadeiro recanto natural onde se encontra o Pico Paraná, a montanha mais alta do Sul do Brasil. A Trilha do Curupira, localizada no Vale do Gigante, chamou a atenção da entidade devido a ampla infraestrutura, com capacidade para receber não apenas uma etapa de estadual, mas também de brasileiro.

O presidente da FPRM, Gilberto Rosa, esteve no local em reunião com o proprietário do empreendimento, Nivaldo Furtunato, e com o idealizador do Vale do Gigante, Diego Silva. Juba, como é conhecido, ficou animado com a ideia de trazer eventos de grande porte ao pequeno município. “Foi criada uma região de ecoturismo, há muitas opções de entretenimento, como trilhas, cachoeiras, rafting, cafés e almoços coloniais, e o circuito de 2 mil metros pela mata atlântica é sensacional”, explica.

Para Silva, o encontro foi bastante produtivo. “Estamos fomentando o local, queremos ainda mais atrativos e uma prova de motociclismo se encaixaria perfeitamente em nossa base. Contamos com amplo espaço para receber a todos com conforto, serviço de bar, pousadas a disposição, aquela costela de chão que a galera adora. Já acertamos alguns detalhes na pista, agora vamos tentar viabilizar este projeto incrível”, complementa.