A maratona de Augusto Farfus segue intensa nas pistas, e o piloto terá em Zandvoort o seu quarto final de semana seguido de competições. A disputa é válida pela quarta etapa do FIA WTCR, a Copa do Mundo de Carros de Turismo, e, embalado pelo seu melhor resultado até agora na categoria, o brasileiro chega ao circuito holandês, onde tem um bom histórico, de olho em seu primeiro pódio no campeonato.


Brasileiro tem bom histórico no circuito holandês e vai em busca de pódio

O traçado de 4.307 metros de extensão – que voltará a fazer parte do calendário da F1 em 2020, após 35 anos de ausência – é desafiador, mesclando trechos de alta velocidade, com outros mais travados, áreas de escape e brita próximas da pista, além da questão da areia no circuito – pela proximidade com a praia -, que acaba influenciando nas condições da pista. A previsão do tempo é novamente de clima instável para o fim de semana.

Após as etapas do Marrocos, Hungria e Eslováquia – das quais, duas eram novidades para Farfus -, o piloto da equipe BRC Hyundai N Lukoil Racing Team chega confiante em bons resultados na Holanda, onde já correu tanto pelo WTCC quanto pelo DTM — onde conquistou 1 vitória – em 2013, além de um pódio (2015) e duas pole positions (2015 e 2017), .

Na última semana, o curitibano fez grandes corridas de recuperação no Slovakia Ring, saindo de 19º para 5º na corrida 1, e de 17º para 7º na corrida 3. Dessa forma, Farfus ressaltou o trabalho de evolução da equipe, e o objetivo de buscar um lugar no pódio. Na classificação geral do campeonato, Augusto está em 12º entre os 26 pilotos do grid.

As corridas do WTCR em Zandvoort terão transmissão do canal FoxSports, ao vivo no sábado às 9h35, e no domingo a corrida 2 será transmitida às 11h, em VT, com a 3ª prova ao vivo logo na sequência.

Além da etapa do WTCR em Zandvoort, o brasileiro também vai participar  da prova preparatória para as 24 Horas de Nürburgring, em Nordschleife, na Alemanha, que terá 6 Horas de duração, no domingo, aí correndo pela BMW.

Augusto Farfus:

“Teremos o segundo final de semana consecutivo correndo pelo WTCR, o terceiro dentro do último mês, e isso é bem importante para a evolução do nosso conjunto. Eu não conheço muitas das pistas do calendário, e isso é um dificuldade extra em alguns casos, pois temos pouco tempo de treinos. Mas Zandvoort é um circuito onde tenho bastante experiência no WTCC e também no DTM, com um histórico de bons resultados, então a expectativa é muito boa. Estou cada vez mais à vontade na categoria, com o carro e o formato das etapas, então o objetivo é trabalhar bastante para buscar um lugar no pódio”.

Programação da 4ª etapa do WTCR em Zandvoort (horários de Brasília):

Sexta-feira (17/05):
7h45 às 8h30 – Treino livre 1
10h20 às 10h50 – Treino livre 2

Sábado (18/05):
3h05 às 3h35 – Classificação 1
9h35 – Corrida 1

Domingo (19/05):
3h – Classificação 2 (Q1, Q2 e Q3)
8h15 – Corrida 2
11h35 – Corrida 3