A abertura da exposição itinerante do 13º Prêmio New Holland de Fotojornalismo será no dia 6 de junho, na Biblioteca Pública do Paraná, em Curitiba. Essa edição, que reuniu as melhores fotografias do campo da América do Sul, teve 3.040 imagens inscritas. Os vencedores desta edição são Rafael Sampaio Martins (Brasil) e Jorge Gastón Gándara (Argentina), na categoria “Profissional”, e Elias Rodrigues de Oliveira e Gustavo Pereira Castro, ambos brasileiros, na categoria “Aficionado” (amador). A entrada é gratuita.

Foto vencedora profissional “Grande Prêmio”. Foto: Rafael Martins.

Autor da melhor foto na modalidade “Grande Prêmio”, com foco no campo, Rafael Martins é da cidade de Recife (PE). Ganhador na modalidade “Prêmio Especial: Máquinas”, Jorge Gándara é de Buenos Aires. Elias de Oliveira (“Grande Prêmio”) também é pernambucano, de Jaboatão dos Guararapes, e Gustavo Castro (“Prêmio Especial: Máquinas”), vem de Telêmaco Borba (PR).

Foto vencedora aficionado campo. Foto: Elias de Oliveira.

O júri também escolheu, de forma excepcional, outras quatro fotos como menção honrosa. Os autores e as respectivas categorias são: Fernando Kluwe Dias (Profissional/Campo), Jonathan Campos (Profissional/Máquinas), Rafael Saldanha (Amador/Campo) e Fausto Orli da Rosa (Amador/Máquinas). Somada as oito imagens, outras 22 participarão da exposição itinerante (confira a relação completa abaixo).

Além de Curitiba, as exposições do prêmio acontecerão em Córdoba (Argentina), Cuiabá (MT), Petrolina (PE) e Bogotá (Colômbia).

O Prêmio New Holland de Fotojornalismo é um dos mais tradicionais concursos do segmento da América do Sul. Em 13 anos de história, cerca de 25 mil imagens foram inscritas. A organização do prêmio já realizou 60 workshops e 200 exposições em 115 cidades de cinco países para um público total de 510 mil pessoas. O prêmio é um projeto cultural realizado pela Mano a Mano Projetos, apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e patrocinado pela New Holland e Banco CNH Industrial. Esta mostra conta ainda com o apoio da Biblioteca Pública do Paraná.

Confira a relação dos fotógrafos e respectivas categorias que participam da exposição itinerante:

Rafael Sampaio Martins (Profissional/Campo)
Jorge Gastón Gándara (Profissional/Máquinas)
Elias Rodrigues de Oliveira (duas fotos Amador/Campo)
Gustavo Pereira Castro (duas fotos Amador/Máquinas)
Fernando Kluwe Dias (Profissional/Campo)
Jonathan Campos (Profissional/Máquina)
Rafael Saldanha (Amador/Campo)
Fausto Orli da Rosa (Amador/Máquinas)
João Carlos Silva de Castro (Profissional/Campo)
Mastrangelo de Paula Reino (Profissional/Campo)
Marcio Corrêa Menasce (Profissional/Campo)
Weimer de Carvalho Franco (Profissional/Máquinas)
Marco Miatelo (Profissional/Máquinas)
Juan Manuel Barrero Bueno (Profissional/Campo)
Jonathan Campos (duas fotos Profissional/Campo)
Fabian Muños Docampo (duas fotos Profissional/Campo)
Tadeu Vilani (duas fotos Profissional/Campo)
Joel Rocha (Profissional/Campo)
Ricardo Zig Koch Cavalcanti (Profissional/Máquinas)
Lucas Ninno Ometto (Profissional/Campo)
Paulo Fridman (Profissional/Campo)
Fernanda de Sousa Nogueira (Amador/Campo)
Renato Jorge Marcelo (Amador/Campo)
Idirlene Casarin (Amador/Campo)
Breno Lima (Amador/Campo)

Serviço
13º Prêmio New Holland de Fotojornalismo
Abertura Exposição Itinerante
6 de junho (quinta-feira), 18h
Biblioteca Pública do Paraná
Rua Cândido Lopes, 133, Centro, Curitiba
Entrada gratuita

Sobre o Prêmio New Holland de Fotojornalismo
O Prêmio New Holland de Fotojornalismo é um projeto cultural apoiado pela Lei de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura e patrocinado pela New Holland e pelo Banco CNH Industrial, com realização da Mano a Mano Produções Artísticas. Criado com o objetivo de valorizar o trabalho dos repórteres fotográficos, o projeto passou a premiar também fotógrafos não profissionais — pessoas aficionadas pela fotografia. Inicialmente restrito ao Brasil, o concurso foi ampliado primeiramente para o Mercosul e, ao completar dez anos, para toda a América do Sul, tornando-se o principal concurso fotográfico desses países. Além da premiação, o projeto realiza exposições fotográficas itinerantes e workshops nos países participantes.