Automobilismo Augusto Farfus vence corrida final e é campeão do...

Augusto Farfus vence corrida final e é campeão do FIA GT World Cup, em Macau

Curitibano dominou a competição em um dos mais desafiadores circuitos do mundo, e triunfou na principal prova sprint de GT3 do automobilismo internacional, no encerramento da temporada 2018

-

Poucos dias depois de ter anunciado seus planos para 2019 – quando estará focado em competições de GT e no WEC com a BMW -, Augusto Farfus começou a nova fase da melhor forma possível. O brasileiro dominou as disputas no tradicional circuito de rua de Macau, venceu a prova classificatória no sábado e confirmou a vitória na corrida decisiva neste domingo (18). Ele largou na pole position e manteve a posição durante todas as 18 voltas, para sagrar-se campeão do FIA GT World Cup, a Copa do Mundo de GT, a bordo da BMW M6 GT3 do BMW Team Schnitzer.

Em sua terceira participação na principal prova sprint do Gran Turismo mundial, Farfus foi protagonista desde o início. Nos treinos livres, ficou em 4º e 5º lugares. Já na tomada de tempos, ele conseguiu garantiu o 2º melhor tempo e um lugar na primeira fila do grid para a corrida classificatória. Na prova, Augusto assumiu a liderança na largada e não perdeu mais a posição, comemorando a vitória na primeira disputa do fim de semana.

Já neste domingo, partindo da posição de honra, o brasileiro se manteve em 1º lugar de ponta a ponta, apesar de na segunda parte da prova seus adversários terem conseguido diminuir a vantagem que ele havia imposto no início, mas não chegou de fato a ser ameaçado. Assim, Farfus celebrou também a vitória na corrida decisiva e o título da Copa do Mundo de GT. O pódio foi completado por Maro Engel e Edoardo Mortara, ambos de Mercedes.

A vitória foi cheia de significados que emocionaram o piloto de 35 anos. Há exatos 29 anos, em 18 de novembro de 1990, Augusto fez sua primeira corrida, na época, ainda em mini-motos, e agora, na mesma data, conquista mais um importante título mundial em sua carreira. O evento marcou também a despedida de Charly Lamm como chefe de equipe do BMW Team Schnitzer. Essa foi a primeira equipe BMW pela qual o curitibano correu, e juntos eles venceram em Macau pelo WTCC em 2009, entre outros triunfos, além de manterem uma amizade de longa data.

Esse foi o último compromisso de Augusto Farfus nas pistas em 2018. Agora, o piloto já inicia os trabalhos para a temporada 2019, onde segue na disputa do Campeonato Mundial de Endurance (FIA WEC), e também das principais provas de GT do calendário internacional.

Macau (CHN) 18th November 2018. BMW M Motorsport, FIA-GT World Cup, Podium, #42 BMW Team Schnitzer (GER) BMW M6 GT3, Augusto Farfus (BRA).

Augusto Farfus:

“Essa é a principal corrida de GT do mundo, e fechamos o ano com chave de ouro. Tenho de agradecer a BMW por toda a força e confiança que me deram. É o titulo mais importante que se pode ter no GT sprint, isso é resultado de um trabalho em equipe, pois nos preparamos muito bem. Foi uma corrida difícil, porque a temperatura hoje subiu, a aderência da pista mudou, e o carro não estava tão equilibrado quanto ontem. Os pilotos atrás estavam rápidos, então não podia ter nenhum erro, mas consegui fazer uma boa largada e manter a posição até o fim, para comemorarmos essa vitória e o título”.

“Fiquei muito feliz também por ter sido um resultado especial para a despedida do Charly (Lamm), que é um grande amigo, e um profissional por quem tenho muita gratidão. Além disso, hoje faz exatamente 29 anos que comecei a correr, em 1990. Meu pai me deu uma moto e eu fiz minha primeira corrida, sem saber onde isso ia me levar. Agora, conquistei uma Copa do Mundo, e isso é muito especial e emocionante. Só tenho a agradecer a todos que estiveram comigo nesta longa jornada”.

Resultado da prova final em Macau:

1 – Augusto Farfus (BMW) – Schnitzer – 18 voltas
2 – Maro Engel (Mercedes) – GruppeM – 0″981
3 – Edoardo Mortara (Mercedes) – GruppeM – 1″823
4 – Earl Bamber (Porsche) – Manthey – 3″283
5 – Robin Frijns (Audi) – WRT – 4″549
6 – Christopher Haase (Audi) – Rutronik – 6″588
7 – Mathieu Jaminet (Porsche) – Craft Bamboo – 20″504
8 – Dries Vanthoor (Audi) – WRT – 21″449
9 – Raffaele Marciello (Mercedes) – GruppeM – 23″009
10 – Alexandre Imperatori (Nissan) – KCMG – 31″147
11 – Adderly Fong (Porsche) – Zun – 41″960
12 – Oliver Jarvis (Nissan) – KCMG – 43″391
13 – Tsugo Matsuda (Nissan) – KCMG – 1’03″531
14 – Darryl O’Young (Porsche) – Craft Bamboo – 1’08″268
Não largou:
Laurens Vanthoor

Últimas publicações

Athletico vence o Peñarol no Uruguai pela Sul-Americana

O Athletico deu um importante passo na busca por uma das vagas na grande final da Copa...

Paraná inaugura maior clube de tiro esportivo do Brasil, em São José dos Pinhais

Dentro de uma área de 400 mil metros quadrados de muita mata preservada, em São José dos...

Coxa empata fora de casa

O Coritiba viajou para enfrentar o Vitória no Barradão, em partida válida pela 25ª rodada do Brasileiro,...

Zezinho Muggiati fatura etapa da SPR Light de kart no Beto Carrero

Com o primeiro lugar na primeira corrida e terceiro lugar na segunda corrida, o piloto curitibano, Zezinho...

Após sete jogos Athletico volta a vencer no Brasileirão

O Athletico Paranaense finalmente voltou a vencer na Série A do Campeonato Brasileiro. Após ficar sete jogos...

Rebaixado para a Série D, Paraná perde mais uma na terceirona

2021 é o ano mais vergonhoso da história do Paraná Clube. Depois de ser rebaixado no começo...

Mais destaques do esporte

Coxa é campeão da Copa do Brasil sub-20

Na tarde deste domingo (20) o Coritiba...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco