Destaques do Esporte Curitibana Cris Cyborg vence norte-americana por nocaute e conquista...

Curitibana Cris Cyborg vence norte-americana por nocaute e conquista cinturão do UFC

-

Por Rafael Pignataro
Foto: Getty Images

Curitiba mais uma vez com o cinturão do UFC. Depois de ver Anderson Silva, Maurício Shogun, agora foi a vez a lutadora Cris Cyborg garantir o cinturão do UFC. A lutadora curitibana enfrentou na noite deste sábado (29) a norte-americana Tonya Evinger e por nocaute técnico no terceiro assalto, venceu e conquistou o título do peso-pena feminino da principal organização de MMA do planeta.

Muito superior, mais técnica, com golpes potentes e precisos, Cris Cyborg controlou a luta, castigando a sua oponente. Evinger, entanto se mostrou forte e resistiu aos duros golpes até o terceiro round, quando caiu após sequencia de joelhadas no clinch da lutadora paranaense.

Com mais uma vitória para o quartel, Cyborg chega a 19ª luta de invencibilidade, se tornando a primeira lutadora a conquistar e unificar os títulos do UFC, Strikeforce e Invicta FC, se tornando a maior de todos os tempos.

“Eu não tenho palavras para descrever isso, obrigada a todos os meus fãs por me apoiarem tanto. Muitas coisas aconteceram na minha carreira, antes eu entrava como uma louca dentro do cage, mas agora estou aprendendo a lutar com mais calma, de forma mais segura. Estou muito feliz e prometo fazer grandes lutas dentro desse octógono”, disse Cyborg já com o cinturão em mãos.

Confira os resultados do UFC 214:

CARD PRINCIPAL:

Jon Jones venceu Daniel Cormier por nocaute técnico aos 3m01s do R3
Tyron Woodley venceu Demian Maia por decisão unânime (50-45, 49-46 e 49-46)
Cris Cyborg venceu Tonya Evinger por nocaute técnico a 1m56s do R3
Robbie Lawler venceu Donald Cerrone por decisão unânime (triplo 29-28)
Volkan Oezdemir venceu Jimi Manuwa por nocaute aos 22s do R1

CARD PRELIMINAR:

Ricardo Lamas venceu Jason Knight por nocaute técnico aos 4m34s do R1
Aljamain Sterling venceu Renan Barão por decisão unânime (29-27, 29-28, 30-26)
Brian Ortega venceu Renato Moicano por finalização aos 2m59s do R3
Calvin Kattar venceu Andre Fili por decisão unânime (triplo 30-27)
Alexandra Albu venceu Kailin Curran por decisão unânime (triplo 29-28)
Jarred Brooks venceu Eric Shelton por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Drew Dober venceu Josh Burkman por nocaute aos 3m04s do R1

Rafael Pignatarohttps://www.cadernoinformativo.com.br
Produtor de conteúdo | Repórter | Jornalista |Marketing | Idealizador do Portal Caderno Informativo | Empreendedor na RP Comunicação Integrada |

Últimas publicações

Pelo Brasileirão Athletico é goleado pelo Flamengo no Maracanã

O Athletico enfrentou o Flamengo pela 22ª rodada do Brasileirão e apresentando um fraco futebol foi goleado...

Coxa perde em casa para o Atlético-MG e entra na ZR

De mal a pior. Jogando em casa diante do Atlético-MG, o Coritiba novamente fez um jogo ruim...

Paraná está eliminado e sem calendário para as duas próximas temporadas

No fundo do poço. Acabou o sonho de acesso do Paraná Clube para a terceira divisão do...

Muffato será o pole position da Fórmula Truck em Cascavel

Com o tempo de 1m23s000, o paranaense Pedro Muffato, com um Scania, foi na tarde deste sábado...

Athletico está nas semifinais da Copa Libertadores

Nesta quinta-feira (11) o Athletico garantiu sua classificação para as semifinais da Copa Libertadores da América pela...

Sete cidades têm vencedores na 1ª etapa do Paranaense de Kart

O Campeonato Paranaense de Kart de 2022 começou em Foz do Iguaçu com provas na sexta-feira e...

Mais destaques do esporte

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco