Automobilismo Metropolitano de Curitiba: Nove corridas movimentaram o domingo no...

Metropolitano de Curitiba: Nove corridas movimentaram o domingo no AIC

-

Por Bispo Neto

O domingo (20/8) também foi com chuva em Pinhais (PR), e de muita velocidade com a realização de nove corridas, sendo sete da 4.ª etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017 e duas da Sprint Race, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC). A etapa foi disputada nas categorias Marcas “A” “B”, Turismo 1.6 “I” e “C”, Terra e Turismo 5000, com promoção e organização da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA), e o apoio da Bana Pneus, Pirelli, Rodas Scorro, Grupo Taborda e Hotel Slaviero Executive Pinhais.

– Grids de largada –

Durante os Treinos Classificatórios do Mertropolitano de Curitiba que definiram os grids de largada, realizados debaixo de chuva, os três primeiros por categoria foram: Turismo 5000: 1.º) Armin Kliewer (PR), 1min51s455; 2.º) Maurício Reuter (SC), 1min52s567; 3.º) Wanderlei Berlanda (SC), 1min54s756. Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kovalski (PR), 2min09s570; 2.º) Aleksander Perreira/Bernard Chyla (PR), 2min11s16; 3.º) Willian Zavaski (PR), 2min14s342. Terra Marcas “B”: 1.º) Thiago Brandt/Marco Mildenberg (PR), 2min07s562; 2.º) Thiri Lorentz (PR), 2min10s242; 3.º) Geison Tureck (PR), 2min12s867. Terra Turismo “C”: 1.º) Nilton Silva/César Fior (PR), 2min08s497; 2.º) A. Farias/Rodrigo Vieira (PR), 2min10s071; 3.º) Marcelo Zen/Marcos Tokarski (PR), 2min13s621. Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco (SC), 1min55s921; 2.º) Guto Baldo Neto (PR), 1min57s670; 3.º) Richard Heidrich (SC), 1min57s923. Marcas “B”: 1.º) Rafael Barranco (PR), 1min57s426; 2.º) Eduardo Pavelski (PR), 1min57s609; 3.º) Alisson Nurnberg/João Naumes (PR), 1min58s620. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Rafael Lupatini/Alexandre Frankenberger (PR/SC), 1min56s849; 2.º) André Conti (SC), 2min01s842; 3.º) Marcelo Cordeiro/Júlio Bueno (PR), 2min03s405. E na Turismo 1.6 “C”: 1.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado (PR), 1min56s794; 2.º) Beto Baú/Rodrigo Kostin (PR), 1min56s844; 3.º) Geovane Ciesielski (PR), 1min59s452.

– Turismo 5000 –

 A categoria Turismo 5000 foi a única que realizou prova na tarde deste sábado (19/8), com a primeira corrida iniciando às 17h05, com pista molhada. Nesta etapa com mais participantes, reunindo dez carros, a prova foi muito disputada, com Armin Kliewer largando na pole position e disparando na liderança, deixando a “briga” pela segunda posição entre Maurício Reuter e Marco Garcia no início da prova. Anderson assumiu a terceira posição na sétima volta, seguido de Marco Garcia, Richard Heidrich e Fabiano dos Santos. Felipe Gusso teve problemas e abandonou a corrida na sétima. Após 8 voltas, vitória de Armin Kliewer, com tempo total de 15min55s020, seguido de Maurício Reuter, a 6s031, Anderson Andrade, a 19s870, Marco Antonio Garcia, a 27s740, Richard Heidrich, a 53s949, e, Fabiano dos Santos em sexto, a 1min24s993.

Na segunda corrida da Turismo 5000, que aconteceu às 11h40 deste domingo (20/8), Armin Kliewer largou na pole position, seguido de Maurício Reuter, Anderson Andrade Marco Garcia e Richard Heidrich. No início da prova a disputa pela primeira posição foi boa entre Armin Kliewer e Maurício Reuter, e, também pelo terceiro lugar entre Marco Garcia e Anderson Andrade. Maurício Reuter assumiu a liderança da corrida na sétima volta. Ao fim de 11 voltas, a vitória foi de Maurício Reuter, com tempo de 23min31s564, com Armin Kliewer em segundo lugar, a 2s230, Marco Garcia em terceiro, a 3s459, Anderson Andrade em quarto, a 31s756, e, Wanderlei Bewrlanda em quinto, a 1min12s682. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Maurício Reuter, na 9.ª passagem da segunda corrida, com o tempo de 1min50s880, à média de 119,968 km/h. A classificação final da etapa na Turismo 5000 por pontos foi a seguinte: 1.º) Maurício Reuter, 35 pontos; 2.º) Armin Kliewer, 35; 3.º) Marco Garcia, 22; 4.º) Anderson Andrade, 22; e 5.º) Wanderlei Berlanda, 11.

– Marcas –

Tendo o segundo mais grid da etapa com 19 carros, as categorias Marcas “A” e “B” realizaram a primeira corrida às 9h40 debaixo de chuva em largada com Safety Car. O pole position Gustavo Magnabosco manteve a liderança na primeira volta, seguido de perto por Rafael Barranco, Eduardo Pavelski, Guto Baldo, Richard Heidrich e Alisson Nurnberg. A prova contou com duas entradas do Safety Car para a retirada de carros acidentados. Com os líderes Gustavo Magnabosco da “A” e Rafael Barranco da “B” disparando na liderança da prova, a corrida ganhou em emoção pelas disputas pela segunda e terceira colocações nas duas categorias. Vale destacar a corrida de recuperação de Ruslan Carta Filho, que largou da 19.ª e última posição, recebendo a bandeirada final em sexto lugar. E também a corrida de Gustavo Dal Pizzol, que largou em 16.º lugar e chegou na sétima posição. Após 17 voltas, vitória de Gustavo Magnabosco na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 34min42s021, seguido de Richard Heidrich, a 21s449, Edson Bueno, a 55s320, Ruslan Carta Filho, a 1min03s527, e, Gustavo Dal Pizzol, à 1min09s492. Na Marcas “B” venceu Rafael Barranco, com tempo de 34min54s571, com Eduardo Pavelski em segundo, a 9s365, Wilians Peres em terceiro, a 1min03s333, Gefferson de Lima em quarto, a 1min05s401, e, Samurai San em quinto, a 1min12s052.

 Já a segunda corrida das categorias Marcas “A” e “B”, que aconteceu às 13h50, foi com pista molhada no início, mas que foi secando no decorrer da prova. Gustavo Magnabosco mais uma vez largou na frente e não deu chances a seus adversários, vencendo de ponta a ponta a disputa na Marcas “A”. O mesmo aconteceu com a Marcas “B”, onde Rafael Barranco largou na frente e venceu de ponta a ponta sem dar chances aos demais concorrentes da categoria. Essa corrida só teve um incidente na 18.ª volta, quando o carro n.º 118 de João Naumes escapou da pista e bateu na proteção de pneus, forçando a entrada do Safety Car para a retirada do carro, mas o piloto felizmente nada sofreu. Ao fim de 20 voltas, nova vitória de Gustavo Magnabosco na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 35min16s794, vindo a seguir Richard Heidrich, a 1s167, Andrei Carta, a 2s655, Guto Baldo, a 3s161 e Davi Dal Pizzol, a 6s202. Na Marcas “B” nova vitória de Rafael Barranco, com tempo de 35min18s683, Eduardo Pavelski em segundo, a 2s052, Gefferson de Lima em terceiro, a 2s903, Wilians Peres em quarto, a 3s248, e, Diego Pardo em quinto, a 7s654. Gustavo Magnabosco marcou a volta mais rápida das provas disputadas, na 9.ª passagem da segunda corrida, com tempo de 1min41s201, à média de 131,441 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco, 40 pontos; 2.º) Richard Heidrich, 30; 3.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, 22; 4.º) Edson Bueno, 16; e 5.º) Guto Baldo, 12. Marcas “B”: 1.º) Rafael Barranco, 40 potnos; 2.º) Eduardo Pavelski, 30; 3.º) Gefferson de Lima, 22; 4.º) Wilians Peres, 22; e 5.º) Diego Pardo, 14.

– Turismo 1.6 –

 A primeira corrida das categorias Turismo 1.6 “C” e “I” largou às 10h45, com a chuva diminuindo um pouco, mesmo assim com a presença do Safety Car na largada para a segurança dos pilotos dos 12 carros inscritos para a etapa. Roberto Bonato largou na pole position, mantendo a posição na primeira volta, seguido de Beto Baú, Rafael Lupatini, Geovane Ciesielski e Luiz Ferreira. O Safety Car teve que entrar na pista duas vezes para a retirada de carros acidentados. Boa corrida de recuperação de Elberto Alves, que largou da 12.ª e última posição e recebeu a bandeirada final em terceiro lugar. Depois de 17 voltas, vitória de Roberto Bonato na Geral e na Turismo 1.6 “C”, com tempo de 34min52s510, seguido de Beto Baú, a 4s797, Luiz Ferreira, a 12s911, James Schwerdtner, a 15s805, e, Antonio Carvalho, a 1min08s110. Na Turismo 1.6 “I” venceu Rafael Lupatini, com tempo de 34min52s765, tendo Elberto Alves em segundo, a 0s256, André Conti em terceiro, a 1s889, Marcelo Cordeiro em quarto, a 51s693, e, Maurício Gaudêncio em quinto, a 1min07s414.

            Tendo a chuva como parceira, a segunda corrida das categorias Turismo 1.6 “A” e “I” largou às 14h50. O pole position Evandro Maldonado manteve a posição na primeira volta seguido de Alexandre Frankenberger, Elberto Alves, André Conti e Rodrigo Kostin. Na terceira volta Alexandre Frankenberger assumiu a liderança da prova para não mais perde-la e Evandro Maldonado que rodou, acabou caindo para a sétima posição. Ao fim de 13 voltas, vitória de Alexandre Frenkenberger na Geral e Turismo 1.6 “I”, com tempo de 29min11s171, André Conti em segundo, a 5s329, Demétrio Tonon em terceiro, a 21s663, Karl Rauscher em quarto, a 27s154, e, Elberto Alves em quinto, a duas voltas. Na Turismo 1.6 “C” venceu Luiz Ferreira, com tempo de 29min19s294, seguido de Rodrigo Kostin, a 1s540, Rafael Lupatini, a 3s532, Evandro Maldonado, a 21s164, e, Geovane Ciesielski, a uma volta. A volta mais rápida das provas disputadas foi de Elberto Alves, na 17.ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min51s746, à média de 119,038 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: Turismo 1.6 “C”: 1.º) Luiz Ferreira, 32 pontos; 2.º) Beto Baú/Rodrigo Kostin, 30; 3.º) Roberto Bonato/Evandro Maldonado, 30; 4.º) Rafael Lupatini/Antonio Carvalho, 20; e 5.º) Dhyogo Santos/James Schwerdtner, 10. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Rafael Lupatini/Alexandre Frankenberger, 40 pontos; 2.º) André Conti, 27; 3.º) Elberto Alves, 23; 4.º) Rômulo Molinari/Demétrio Tonon, 18; e 5.º) Karl Rauscher/Maurício Gaudêncio, 18.

– Terra –

 Reunindo as categorias Marcas “A”, Marcas “B” Turismo “C”, primeira prova da Terra aconteceu às 12h25, com 25 participantes, para 20 minutos mais duas voltas, com pista molhada. Thiago Brandt que largou na pole position perdeu a liderança na primeira volta para Leonardo Kovalski, seguidos de César Fior, Bernard Chyla, Rodrigo Vieira e Cláudio Tucholski. Leonardo, Thiago e Rodrigo se mantiveram nas três primeiras posições até a bandeirada final. Depois de 14 voltas, vitória de Leonardo Kovalski na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 24min49s379, vindo a seguir Bernard Chyla, a 52s661. Na Marcas “B” venceu Thiago Brandt com tempo 25min25s157, tendo Rodrigo Vieira em segundo, a 19s416, Jefferson de Pontes em terceiro, a 53s176, Emerson Szwed em quarto, a 54s680, e, Rodrigo Pamplona em quinto, a 55s415. E na Turismo “C”, vitória de Rodrigo Vieira, com tempo de 25min25s967, seguido de César Fior, a 21s785, Marcelo Zen, a 22s031, Cláudio Tucholski, a 28s298, e, Lucas Laroca, a 1min09s976.

            A segunda prova das categorias Terra também foi muito movimentada, com boas disputas do início ao fim da corrida. Leonardo Kovalski largou na pole e manteve a posição durante a primeira volta, seguido de Anderson Farias, Nilton Silva, Rodrigo Vieira, Arlei Tucholski e Jefferson de Pontes. A prova estava sendo disputada debaixo de muita chuva e o Safety Car teve que entrar na pista duas vezes para a retirada de carros acidentados. Para a segurança dos pilotos, a prova foi encerrada com nove voltas, porque a chuva ficou mais forte e deixou a pista sem condições de corrida. Ao fim de 9 voltas, nova vitória de Leonardo Kovalski na Geral e na Marcas “A”, com tempo total de 20min57s346, vindo a seguir Aleksander Pereira, a 1min06s630, e, Willan Zavaski, a 1min32s898. NaMarcas “B” venceu Geison Tureck, com tempo de 21min23s482, tendo Rodrigo Vieira em segundo, a 0s415, Wilson Kavilhuka em terceiro, a 2s522, Jefferson de Pontes em quarto, a 3s871, e, Rodrigo Pamplona em quinto, a 16s544. E na Turismo “C” vitória de Anderson Farias com tempo de 21min29s426, seguido de Arlei Tucholski, a 8s971, Marco Tokarski, a 50s053, Paulo Andrade, a 1min05s026, e, Luiz Granato, a 1min06s973. Leonardo Kovalski marcou a volta mais rápida das duas provas disputadas, na 10.ª passagem da primeira corrida, com tempo de 1min44s292, à média de 127,546 km/h. A classificação final da etapa por pontos foi a seguinte: Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kovalski, 40 pontos; 2.º) Aleksander Pereira/Bernard Chyla, 30; e 3.º) Willan Zavaski, 12.Terra Marcas “B”: 1.º) Rodrigo Vieira, 30; 2.º) Geison Tureck, 23; 3.º) Jefferson de Pontes, 22; 4.º) Thiago Brandt/Marco Mildenberg, 20; e 5.º) Wilson Kavilhuka, 16. E na Terra Turismo “C”: 1.º) Anderson Farias/Rodrigo Vieira, 40; 2.º) Arlei Tucholski/Cláudio Tucholski, 25; 3.º) Marcelo Zen/Marco Tokarski, 24; 4.º) Lucas Laroca/Paulo Andrade, 18; e 5.º) Nilton Silva/César Fior, 15.

A sexta etapa do Campeonato Metropolitano de Curitiba de Velocidade no Asfalto 2017 está marcada para os dias 16 e 17 de setembro, no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC).

Rafael Pignatarohttps://www.cadernoinformativo.com.br
Produtor de conteúdo | Repórter | Jornalista |Marketing | Idealizador do Portal Caderno Informativo | Empreendedor na RP Comunicação Integrada |

Últimas publicações

Após mais de dois anos Porsche XP Private Cup retorna a Curitiba

Após um hiato de mais de dois anos a Porsche XP Private Cup retorna neste fim de...

Coxa vence a segunda consecutiva na Série B

Não foi uma grande apresentação do Coritiba, mas o resultado foi conquistado e a equipe sobe na...

Thiago Wild estreia com vitória no quali de Wimbledon

O tenista Thiago Wild (#127) fez sua estreia no qualifying de Wimbledon. Jogando diante do Alemão Tobias...

Furacão vai enfrentar Atlético-Go nas oitavas da Copa do Brasil

A Confederação Brasileira de Futebol realizou na tarde desta terça-feira (22) o sorteio dos confrontos das oitavas...

Kart: Paranaense de Kart é o próximo compromisso de Alfredinho Ibiapina

De 23 a 26 de junho o kartódromo Luigi Borghesi, em Londrina, recebe pilotos de vários estados...

Kart: Guilherme Moleiro busca título da Cadete no Paranaense de kart, em Londrina

Vice-campeão Paranaense pela Mirim em 2019, o piloto de Rolândia-PR, Guilherme Moleiro busca o título máximo agora...

Mais destaques do esporte

Coxa é campeão da Copa do Brasil sub-20

Na tarde deste domingo (20) o Coritiba...

Único representante na elite, Athletico conhece tabela do Brasileirão

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou nesta...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco