Cris Cyborg vence americana e mantém cinturão do UFC

Por Rafael Pignataro
Reprodução / Twitter Cris Cyborg

A curitibana Cris Cyborg enfrentou a americana Holly Holm na madrugada deste domingo (31) e após cinco duros rounds, venceu por decisão unânime, mantendo o cinturão dos pesos penas da organização (49-46, 48-47, 48-47). A luta pelo UFC219 aconteceu em Las Vegas.

Após sua primeira defesa de cinturão, Cyborg demonstrou vontade de enfrentar a australiana Megan Anderson, campeã peso-pena do Invicta FC, em duelo que unificaria os cinturões das duas organizações.

“Quero agradecer a Holly Holm, ela é uma lutadora impressionante, agradecer a Deus pela oportunidade e a todos que vieram hoje. Gostaria de lutar na Austrália contra a Megan Anderson, tenho muitos fãs lá. Estou pronta para qualquer uma”, disse a lutadora paranaense.

CARD PRINCIPAL:

Cris Cyborg venceu Holly Holm por decisão unânime (49-46, 48-47, 48-47)
Khabib Nurmagomedov venceu Edson Barboza por decisão unânime (30-25, 30-25 e 30-24)
Dan Hooker venceu Marc Diakiese por finalização aos 42s do R3
Carla Esparza venceu Cynthia Calvillo por decisão unânime (triplo 29-28)
Neil Magny venceu Carlos Condit por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

CARD PRELIMINAR:

Michal Oleksiejczuk venceu Khalil Rountree por decisão unânime (triplo 30-27)
Myles Jury venceu Rick Glenn por decisão unânime (triplo 30-27)
Marvin Vettori e Omari Akhmedov empataram por decisão majoritária (28-28, 29-28 Vettori e 28-28)
Matheus Nicolau venceu Louis Smolka por decisão unânime (30-25, 30-26 e 30-26)
Tim Elliott venceu Mark De La Rosa por finalização a 1m41s do R2