O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC) recebe neste fim de semana (23 e 24/3) a primeira etapa do Campeonato Curitibano de Velocidade no Asfalto 2019. O evento de abertura do Curitibano de Velocidade será disputado em duas baterias nas categorias Turismo, Marcas “A” e “B” Turismo “A”, “B” e “C” (antiga Terra), e Classicos (Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super), com organização e promoção do Automóvel Clube Internacional de Curitiba e supervisão daFederação Paranaense de Automobilismo (FPrA).

As categorias Turismo “A”, “B” e “C” são as categorias Terra do ano passado, e mais uma vez promete ter grid cheio com mais de 25 carros na pista do AIC. A disputa promete ser acirrada entre os pilotos Leonardo Kowalski, Amauri Lisboa Jr, Stive Tokarski, Roberto Bonato, Guilherme Ragnini, Luiz Brambila e Carlos Schilipack na categoria “A”.Emerson Szwed, Artur Bailo Neto e Luís Tatsch, Jorgemar Lorentz, James Schwerdtner, Evandro Maldonado, Nilton da Silva Filho e Brendon Zonta Gabardo, serão os protagonistas na categoria “B”. E José Cavassin, Bruno Muhlstdet, Luiz Ferreira, Peterson Calixto e Maycon de Oliveira, vão “lutar” pelo título da categoria “C”.

Nas categorias Marcas, para carros injetados, os pilotos são divididos em dois grupos: “A”e“B”, conforme sua graduação junto à FPrA e também tem estimativa de 20 carros em seu grid, onde os paranaenses Ruslan Carta Filho/Andrei Carta, Rodrigo Tassi/Algacir Sermann, Romulo Molinari/Alexandre Frankenberger, João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg, Marcelo Andrade e Gutos Baldo Neto, junto com os catarinenses Richard Heidrich, Davi Dal Pizzol e Gustavo Dal Pizzol querem quebrar a série vitoriosa do catarinense Gustavo Magnabosco, na Marcas “A”. E na Marcas “B”, Wilians Peres, Michael dos Santos, Emerson Grochski, Lúcio Seidel e Ernani Kuln buscam o título de campeão.

A categoria Clássicosfará sua estreia no Campeonato Paranaense de Velocidade no Asfalto 2019, dividida em cinco categorias:  Força Livre, Gran Turismo Light, Gran Turismo Super, Turismo Light e Turismo Super. Por ser uma categoria com carros clássicos e diferenciados, certamente deverá reunir mais de 20 carros nessa etapa, porque haviam muitos pilotos reclamando que não tinha uma categoria para eles participarem e acabavam tendo que correr em São Paulo, onde essa modalidade é muito forte e reúne mais de 30 carros por corrida.

– Programação –

No sábado (23/3), serão realizados quatro treinos livres e os treinos classificatórios da 1.ª etapa do Curitibano de Velocidadenas categorias Marcas, Turismo, Clássicos. E das 12h10 às 12h50 será realizado o briefing com todos os pilotos. E no domingo (24/3), o evento acontece das 8 às 16h45, com as primeiras corridas do Curitibano de Velocidade acontecendo na parte da manhã, das 9h55 às 12h30 nas categorias Marcas, Turismo Clássicos. Na parte da tarde acontecem as segundas corridas, das 14 horas às 16h45, com pódio previsto para as 16h55.

– Classificação de 2018 –

Após seis etapas, doze prova e três descartas, a classificação final do Metropolitano de Curitiba 2018, por categoria foi a seguinte: Marcas “A”: 1.º) Gustavo Magnabosco (SC) –Campeão, 202 pontos; 2.º) Ruslan Carta Filho/Andrei Carta (PR), 154; 3.º) Fausto de Lucca (SC), 146. Marcas “B”: 1.º) João Paulo Naumes/Alisson Nurnberg (PR) – Campeã, 169 pontos; 2.°) Marcelo Andrade (PR), 131; 3.º) Samir Guimarães (SC), 121. Turismo 1.6 “I”: 1.º) Rômulo Molinari (PR) – Campeão, 208 pontos; 2.º) Antonio Carvalho (PR), 171; 3.º) Roberto Baú (PR), 150. Terra Marcas “A”: 1.º) Leonardo Kowalski (PR) – Campeão, 175 pontos; 2.º) Amauri Lisboa Jr/Stive Tokarski (PR), 167; 3.º) Roberto Bonato (PR), 158.Terra Marcas “B”: 1.º) Guilherme Ragnini (PR) – Campeão, 194 pontos; 2.º) Luiz Brambila Rodriguez (PR), 169; 3.º) Carlos Eduardo Schilipack (PR), 112. Terra Turismo “C”:1.º) James Schwerdtner (PR) – Campeão, 175 pontos; 2.º) Evandro Maldonado (PR), 154; 3.º) Nilton da Silva Jr (PR), 132. Turismo 5000 “A”: 1.º) Armin Kliewer (PR) – Campeão, 172 pontos; 2.º) Richerd Heidrich (SC), 142; 3.º) Wanderlei Berlanda (SC), 102. Turismo 5000 “B”: 1.º) Maurício Gaudêncio (PR) – Campeão, 216 pontos, 2.°) Gilberto Carlassara (PR), 93; 3.°) Luís Fernando Busatto (PR), com 88 pontos ganhos.

– Calendário 2019 –

Campeonato Curitibano de Velocidade no Asfalto 2019 será realizado em quatro etapas, todas realizadas no Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), nas seguintes datas: 1.ª etapa – 23 e 24 de março; 2.ª etapa – 25 e 26 de maio; 3.ª etapa – 17 e 18 de agosto; e 4.ª etapa – 07 e 08 de dezembro. Paranaense de Velocidade no Asfalto 2019 será disputado em seis etapas: 1.ª etapa – 13 e 14 de abril (Cascavel -PR); 2.ª etapa – 25 e 26 de maio (Curitiba-PR); 3.ª etapa – 29 e 30 de junho (Londrina-PR); 4.ª etapa – 07 e 08 de setembro (Londrina-PR); 5.ª etapa – 05 e 06 de outubro (Cascavel-PR); 6.ª etapa – 07 e 08 de dezembro (Curitiba-PR). E as prova de longa duração serão realizadas em novembro: de 01 a 03 a Cascavel de Ouro 2019; e de 21 a 24 as 500 Milhas de Londrina 2019.