Divulgação Instalação artística mostra transformação do vidro descartado em objetos...

Instalação artística mostra transformação do vidro descartado em objetos de arte

Exposição comemora 10 anos de atuação do Grupo de Artistas Vidreiros de Curitiba.

-

Uma instalação artística montada com 800 garrafas de vidro descartadas nas ruas da cidade é a mais nova iniciativa do Grupo de Artistas Vidreiros de Curitiba, que este ano comemora 10 anos de atividades. A exposição “Do Léu ao Muséu – Arque-ecologia de uma cidade através de suas garrafas” inaugura no dia 5 de junho, às 18 horas, no Museu Alfredo Andersen, e vai até o dia 15 de julho.

O coletivo reúne sete artistas que, utilizando técnicas diversas, transformam em obras de arte garrafas descartadas na natureza como lixo e resgatadas pelas próprias participantes do projeto. “Queremos divulgar o conceito de sustentabilidade e estimular a reutilização de diferentes materiais por meio da produção artística”, diz Desirée Sessegolo, uma das artistas participantes. Com isso, o grupo pretende instigar o público a refletir sobre o conceito de coletividade e de preservação ambienta

Desde sua criação, o grupo vem desenvolvendo projetos artísticos a partir da reciclagem do vidro, considerado o material mais “amigo” da natureza por ser infinitamente reciclável. Com um quilo de vidro é possível fabricar outro quilo com perda zero e sem poluir o meio ambiente ou esgotar recursos naturais encontrados em sua composição, como areia, calcário, barrilha e feldspato. Além disso, o reaproveitamento contribui para o aumento da vida útil dos aterros sanitários.

A obra tem curadoria da doutora em Artes Visuais Maria Letícia Rauen Vianna e as participações das artistas Desirée Sessegolo, Loire Nissen, Denise Nissen, Eliane Chichof, Marise Saboia, Regina Lagana, Selene Calafange e Silvane Burkot, todas integrantes do grupo de “Artistas Vidreiros de Curitiba”. O projeto foi executado por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Fundação Cultural de Curitiba e conta com o apoio financeiro da Copel, da Celepar e do Laboratório Bom Jesus.

SERVIÇO:

Instalação “Do Léu ao Muséu – Arque-ecologia de uma cidade através de suas garrafas”
Quem: Grupo de Artistas Vidreiros de Curitiba
Onde: Museu Alfredo Andersen – Rua Mateus Leme, 336 – Centro
Quando: De 5 de junho a 15 de julho
Abertura: 5 de junho às 18 horas
Visitação:
De terça a sexta-feira, das 9h às 18h
Sábados e domingos das 10h às 16h
Mais informações: www.doleuaomuseu.com

Últimas publicações

Chaves de simples e duplas da Copa Feminina de Tênis começam nesta terça

Amanhã começam a ser disputadas as chaves de simples e duplas da Copa Feminina de Tênis, com...

Pro Tork confiante para última etapa do Paranaense de Motocross

O Campeonato Paranaense de Motocross terá a última etapa da temporada 2021 realizada neste fim de semana,...

Coritiba sofre derrota na despedida da segunda divisão

O Coritiba encerrou nesta sexta-feira (26) sua passagem pela segunda divisão do Campeonato Brasileiro. Jogando no Moisés...

Paranaense de Velocidade inicia a programação na sexta em Londrina

A programação da 3ª e decisiva etapa do Campeonato Paranaense de Velocidade terá início na sexta-feira, no...

Top 5 para Alfredinho Ibiapina no Open do Brasileiro

O último final de semana foi intenso para os jovens pilotos kartistas. Open do Brasileiro, última preparação,...

Curitiba recebe etapa mundial do circuito ITF WTT com tenistas de 9 países

A partir da próxima segunda (29), Curitiba será a sede da Copa Feminina de Tênis, competição que...

Mais destaques do esporte

Londrina é Campeão Paranaense

O Londrina é o Campeão Paranaense 2021....

Brendon Zonta Gabardo é campeão da Old Chev “B”

O piloto curitibano Brendon Zonta Gabardo (Condor, Grameira...

Você também pode gostarRelacionadas
Recomendado para você

Fale conosco